PUBLICIDADE

Santos / Esporte

Peixe cai nos pêantis para Ponte e dá adeus à Copinha

Da Redação

O Santos est√° fora da Copinha. Em duelo recheado de emo√ß√Ķes na tarde deste s√°bado (11), o Peixe come√ßou atr√°s contra a Ponte Preta logo no in√≠cio, mas pressionou durante toda a partida e buscou o empate em 1 a 1. Com a igualdade, a vaga foi decidida nos p√™naltis e o Alvinegro Praiano acabou sendo derrotado por 3 a 2.

O gol santista no tempo normal foi anotado por Ivonei. A partida aconteceu no estádio Breno Ribeiro do Val, em Osvaldo Cruz (SP), e era válida pela segunda fase da competição.

Mau estado do gramado de Oswaldo Cruz foi um obst√°culo

O jogo

O Peixe começou melhor na partida, desperdiçando uma boa oportunidade com Marcos Leonardo logo nos primeiros minutos. Porém, aos 8, Sandro arriscou da entrada da área e acabou mandando para o fundo das redes, abrindo o placar para a Ponte Preta no estádio Breno Ribeiro do Val.

Com seu estilo de jogo bastante prejudicado por conta do estado do campo, a equipe comandada por M√°rcio Zanardi n√£o se intimidou com o tento sofrido e pressionou do jeito que deu. Aos 21, Donizete arriscou de longe e tirou tinta da trave de Caio, goleiro da Macaca. Sete minutos depois, Marcos Leonardo recebeu cruzamento dentro da √°rea e testou firme, mas acabou mandando pra fora.

O segundo tempo seguiu na mesma toada, com o Santos FC amassando. A Ponte Preta, por sua vez, seguiu tentando se defender de todas as formas possíveis e chegando bem nos contra-ataques.

E de tanto insistir, o Alvinegro Praiano alcançou o empate aos 13 minutos, quando o meia Ivonei arriscou de longe e marcou um golaço em Osvaldo Cruz.

Peixe chegou ao empate com Ivonei, mas acabou sendo eliminado nos pênaltis (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos FC)
A igualdade animou ainda mais a equipe santista, que aumentou a pressão sobre a Ponte. Aos 29, Ivonei apareceu de novo para encher o pé em rebote dentro da área. Desta vez, porém, o goleiro Caio defendeu.

Quatro minutos depois, Allanzinho recebeu cruzamento pela direita e recebeu com liberdade dentro da área. O camisa 11 dominou com categoria e bateu colocado, tirando tinta da trave do arquivo da Macaca. Apesar da pressão santista, o duelo acabou empatado e foi para os pênaltis. Nas cobranças, a Ponte venceu por 3 a 2 e avançou na competição.

Fotos: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC