PUBLICIDADE

Santos / Esporte

Poss√≠vel debandada de jogadores p√Ķe Santos em estado de alerta

DA REDAÇÃO

A poucos dias do reinício do Campeonato Paulista, o Santos vive um momento extremamente turbulento. Dois titulares do time comandado pelo técnico português Jesualdo Ferreira pediram na Justiça a rescisão contratual, sob a alegação de compromissos não cumpridos e atrasos salariais.

A manhã desta segunda-feira teve a oficialização do pedido de rescisão por parte do atacante Eduardo Sasha. Em comunicado, o jogador descreve os motivos que o fazem querer deixar a Vila Belmiro.

‚ÄúEu sou pai de fam√≠lia, tenho minhas responsabilidades e obriga√ß√Ķes e fomos comunicados que ter√≠amos um desconto de 30% em nossos sal√°rios, por conta da pandemia, n√≥s est√°vamos dispostos a aceitar, porque sab√≠amos da situa√ß√£o que o mundo estava vivendo, por√©m faltando dois dias para o pagamento fomos comunicados que teria um corte de 70% nos sal√°rios, n√£o houve nenhuma explica√ß√£o”, afirmou.

Sasha refor√ßa sua argumenta√ß√£o. ‚ÄúN√£o h√° o recolhimento do FGTS faz algum tempo e j√° t√≠nhamos tr√™s meses de imagem atrasados, antes mesmo da pandemia, ningu√©m da diretoria nos d√° nenhuma satisfa√ß√£o. Tenho o maior respeito pelo Santos, aos torcedores, tenho um √≥timo ambiente com meus companheiros e todos os funcion√°rios do clube, mas n√£o h√° como permanecer por total falta de respeito e comprometimento com os profissionais‚ÄĚ.

O atacante segue o caminho aberto pelo goleiro Everson. No domingo, veio a p√ļblico a informa√ß√£o de que o arqueiro pediu na Justi√ßa o desligamento do Peixe, cobrando o clube. O Alvinegro deve mais de quatro meses de direito de imagem e 70% do sal√°rio em carteira de trabalho referente aos √ļltimos tr√™s meses. Devido √† pandemia do novo coronav√≠rus, o clube reduziu os vencimentos¬†de todos os funcion√°rios que recebem mais de R$ 6 mil, apesar de n√£o ter chegado a um acordo com o elenco.

Há quem acredite, nos bastidores do clube, que as saídas tenham ligação com um suposto interesse do Atlético-MG nos atletas, especialmente em Everson. O Galo é comandado pelo argentino Jorge Sampaoli, que dirigiu o Santos no ano passado e trouxe o goleiro para Peixe diretamente do Ceará.

Oficialmente, o clube ainda não se posicionou sobre a crise instalada não clube. A reportagem do Portal Mais Santos também procurou Pedro Dória, membro do Comitê de Gestão e homem de confiança do presidente José Carlos Peres, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria.

Foto: Ivan Storti/Santos FC