PUBLICIDADE

Santos / Polícia

Mulher quase cai no ‘golpe das plantas’ em Santos

Da Redação

Uma mulher quase caiu no chamado “golpe das plantas” em Santos. A artimanha j√° ocorreu em diversos bairros de S√£o Paulo e em cidades de Minas Gerais. Nesses locais, alguns envolvidos foram presos.

O caso aconteceu nesta quinta-feira (4). A mulher, que mora no bairro Aparecida, gosta muito de plantas e foi abordada por um Corsa com uma carretinha que tinha plantas, vasos, adubos, terra e outros itens. “Ela logo ficou interessada e come√ßou a comprar alguns vasos”, conta Carlos Soares – ela √© cunhada dele.

O golpe, ent√£o, come√ßou a ser desenvolvido. Um dos rapazes que estava no carro pede um copo d¬ī√°gua e, quando a mulher voltou, tinham outros dois colocando terra em seus vasos, colocando plantas e adubos “especiais”, sem que ela tivesse pedido nada assim.

“O rapaz logo disse que estava na promo√ß√£o e que daria um bom desconto. Minha cunhada come√ßou a fazer as contas e disse que estava pr√≥ximo de R$ 200,00, que era o quanto ela poderia pagar”, lembra Carlos.

Diante disso, a simpatia inicial foi embora. Vale recordar que o homem também oferecia plantas e mudas grátis para quem passava na rua naquele momento.

“Ele, ent√£o, ficava cochichando com seus comparsas e disse que a conta n√£o seria essa, dizendo que ele usou aproximadamente 70 kg de terra, adubos “especiais” e outras coisas. Resumindo: a conta ficaria perto dos R$ 2 mil”, detalha Carlos.

A mulher, então, pediu que eles retirassem tudo, pois não ficaria com nada. Os homens começaram a ficar mais irritados e agressivos verbalmente.

“Ela ligou para o 190 (Pol√≠cia Militar) na frente deles e, neste momento, eles foram embora imediatamente sem levar nada, nem dinheiro nem os vasos. A policial que atendeu solicitou a placa do ve√≠culo, mas estava encoberta pela carretinha que n√£o tinha identifica√ß√£o”, afirma Carlos.

Foto: Arquivo pessoal