PUBLICIDADE

1.0 - SANTOS

Tripulantes desembarcam em Santos suspeitos de estarem com rubéola

Ainda n√£o h√° confirma√ß√£o, mas autoridades da secretaria de Sa√ļde de Santos e equipes da Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria (Anisa) apuram poss√≠veis casos de rub√©ola detectados em tripulantes¬†do navio MSC Seaview, que atracou na manh√£ deste s√°bado (16), no Porto de Santos. Amostras biol√≥gicas dos tripulantes foram coletadas para que sejam realizados exames.

De acordo com informa√ß√Ķes divulgadas pela Secretaria de Sa√ļde a equipe formada por 3 m√©dicos e 6 profissionais de enfermagem da Vigil√Ęncia em Sa√ļde esteve no navio para dar apoio √† Anvisa por conta de 13 casos suspeitos de rub√©ola que ainda n√£o foram descartados. Os sintomas n√£o s√£o homog√™neos e todos s√£o tripulantes que passam bem e est√£o isolados no mesmo pavimento do navio, para facilitar as medidas sanit√°rias.


Todos os passageiros que desembarcaram foram orientados sobre os sinais da doença e os procedimentos caso os sintomas venham a ocorrer.
O Centro M√©dico do Navio est√° investigando a carteira de vacina√ß√£o dos mais de 1500 tripulantes para informar √†s autoridades de Sa√ļde, para verificar quem j√° √© vacinado contra a rub√©ola.
Os 13 tripulantes que apresentam sintomas, de doença possivelmente viral, tiveram materiais coletados para que exames sejam feitos.
Vão desembarcar em Santos 50 tripulantes que não apresentam nenhum sintoma, mesmo assim, os locais para onde eles vão serão cadastrados, para que possíveis novos casos possam ser notificados.
Vale ressaltar que os tripulantes que est√£o isolados passam bem.

Este navio tem capacidade para 5.429 passageiros e chegou no Terminal de Passageiros de Santos por volta das 5h30, vindo de Ilha Grande (RJ), ap√≥s cruzeiro de sete noites em Salvador, Ilh√©us (BA) e B√ļzios (RJ). Provavelmente sua sa√≠da acontecer√° √†s 19h, quando seguir√° para Balne√°rio Cambori√ļ, em mini roteiro de quatro noites no litoral sul do Pa√≠s.

Segundo a MSC, responsável pelo navio, durante o cruzeiro que começou no dia 9 de fevereiro, alguns tripulantes relataram à equipe médica do navio sintomas que indicavam possíveis casos de rubéola. Após uma avaliação completa realizada pela equipe médica, os tripulantes foram acompanhados até suas cabines, onde receberam cuidados médicos constantes. Ainda segundo a companhia, a Anvisa foi imediatamente comunicada.

A MSC agora aguarda o relat√≥rio m√©dico oficial e, portanto, n√£o pode fornecer mais informa√ß√Ķes neste momento. “Este √© um procedimento padr√£o e estamos trabalhado em estreita colabora√ß√£o com a Anvisa. O desembarque dos h√≥spedes j√° foi conclu√≠do e o embarque dos pr√≥ximos h√≥spedes est√° ocorrendo como planejado”, relatou.