PUBLICIDADE

Região / Cotidiano

Cubatão abre 200 vagas para aulas gratuitas de música e dança; saiba como se inscrever

Os interessados podem se inscrever presencialmente até 29 de março em três núcleos da cidade.

 

Foto: Divulgação / Prefeitura de Cubatão

Da redação

O Programa Cubatão Sinfonia está com 200 vagas para estudantes, com idades entre 6 e 18 anos, que desejam participar de aulas de música, dança e musicalização infantil de graça. As inscrições vão até 29 de março e devem ser feitas presencialmente nos três núcleos do programa, situados na Cota 200, Vila Natal e Centro.

Na sede do Cubatão Sinfonia, na Cota 200, há vagas para aulas de  clarinete, saxofone, violão, flauta, percussão, musicalização infantil e dança. As inscrições acontecem de terça a quinta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 16h30. O endereço é Rua Principal, 1016.

Já no Núcleo Cubatão Sinfonia na Escola na E.E. Afonso Schmidt, oportunidade nos cursos de violão, violino e percussão. O atendimento presencial é na segunda e na quarta-feira, das 14h30 às 16h30. A Escola fica na Rua Bernardo Pinto, 94, no Centro.

No Núcleo da Associação Cultural da Vila Natal, a criançada pode aprender dança, saxofone, percussão, musicalização infantil e violino. As inscrições são segunda, quarta e sexta, das 9h às 12h e das 14h às 16h50. A associação fica na Rua São Francisco de Assis, 70, na Vila Natal.

Os interessados devem levar original e cópia do RG, RA ou certidão de nascimento; declaração da Escola em que estuda; comprovante de residência. Menores de idade devem estar acompanhados pelo pai/mãe ou responsável.

Não há processo seletivo e não é necessário ter conhecimento musical ou possuir instrumento musical próprio. Segundo a prefeitura, o programa disponibiliza instrumentos e material pedagógico para uso em aula.

Cubatão Sinfonia

De acordo com a administração municipal, o programa tem 16 anos de anos de atividades ininterruptas, recebendo crianças e adolescentes. No total, foram atendidas 3.000 pessoas. Muitos chegaram a seguir a carreira artística, mas Leandro Sampaio, um dos coordenadores do Programa, destaca que o objetivo é ainda maior, o de formar cidadãos: “Sabemos do poder transformador da arte e usamos isso para mostrar um novo caminho a essas crianças e adolescentes. Estamos essencialmente presentes em áreas de vulnerabilidade social, oferecendo aulas de artes no contraturno escolar e apontando um caminho diferente, lúdico e positivo”.