PUBLICIDADE

Regi√£o / Cotidiano

Justiça determina bloqueio de salário de vereador em Cubatão

 

Da Redação

 - REVISTA MAIS SANTOSO vereador e atual candidato a prefeito de Cubat√£o Toninho Vieira (Progressistas) teve seus vencimentos na C√Ęmara Municipal. A decis√£o do juiz da 1¬™ Vara C√≠vel da cidade, Rodrigo de Moura Jacob, publicada no √ļltimo dia 9, acatou a a√ß√£o movida pelo advogado Raphael Vita Costa para garantir o pagamento de sucumb√™ncias judiciais de um processo do parlamentar contra Felipe Lessa.
Na ocasião, Vieira alegava ter sofrido dano moral na crítica que Lessa havia feito no Facebook à proposta do vereador, apresentada no Legislativo em 2019, de criar um centro de golfe em Cubatão.
Vieira perdeu a a√ß√£o em julho deste ano e foi obrigado pela Justi√ßa a pagar R$ 1.996,00 ao advogado de Felipe Lessa em at√© 15 dias. Ele n√£o cumpriu a decis√£o judicial e n√£o recorreu. Por esse motivo, Vita Costa entrou com a√ß√£o solicitando liminarmente o bloqueio do sal√°rio do vereador na C√Ęmara. Segundo ele, o parlamentar ter√° seus vencimentos garantidos somente at√© dezembro, quando termina seu mandato.
O juiz Moura Jacob acatou o argumento e determinou o cumprimento do pedido de Vita Costa. Com os juros acrescidos, o valor que Vieira deverá pagar ao advogado é de R$ 2.458,82.

Outro lado
J√° a assessoria de Toninho Vieira diz que n√£o h√° bloqueio de seus vencimentos. “O que est√° sub judice √© o valor de aproximadamente R$ 2,5 mil referente a pedido de pagamento de sucumb√™ncia, decorrente de uma a√ß√£o judicial movida pelo parlamentar contra uma p√°gina em rede social que veicula ‘not√≠cias’ contra os opositores do atual governo”.
Ainda de acordo com o vereador, foi poss√≠vel identificar com essa a√ß√£o que o propriet√°rio da p√°gina no Facebook tinha um cargo comissionado na Prefeitura e recebia sal√°rio, “enquanto administrava a p√°gina com claros interesses pol√≠ticos”.

Foto: Divulgação/Facebook