PUBLICIDADE

Região / Polícia

Cabo da PM tem parada cardiorrespiratória e morre durante trilha em Guarujá

Ivanildo Antonio da Silva, de 44 anos, participava da Operação Verão, em Bertioga. A vítima se sentiu mal durante a trilha, em direção à Prainha Branca.

Foto: 2¬ļ Batalh√£o de Pol√≠cia Militar Metropolitano (BPM/M)

Da redação

O policial militar Ivanildo Antonio da Silva, de 44 anos, morreu ap√≥s sofrer um mal s√ļbito durante uma trilha a caminho da Prainha Branca, em Guaruj√°, na tarde da √ļltima segunda-feira (29).

Segundo o Grupamento de Bombeiros Marítimos (GBMAR), testemunhas acionaram a corporação por volta de 12h50, depois que o agente se sentiu mal e entrou em parada cardiorrespiratória na faixa de areia.

Com o aux√≠lio de um bote, policiais militares foram ao local e realizaram manobras de reanima√ß√£o at√© que a v√≠tima fosse transportada pelo helic√≥ptero √Āguia para o Pronto-Socorro de Bertioga. Por√©m, o agente n√£o resistiu.

Conforme a Polícia Militar (PM), Ivanildo era cabo e participava da Operação Verão em Bertioga. Ele deixa esposa e três filhos.

No Instagram, o perfil do 2¬ļ Batalh√£o de Pol√≠cia Militar Metropolitano (BPM/M) lamentou a morte do cabo. “A Pol√≠cia Militar do Estado de S√£o Paulo tem sua hist√≥ria pautada pelo trabalho e empenho de muito, certamente o Cb PM √© parte dessa hist√≥ria! Somos gratos por todo legado deixado neste Batalh√£o. Neste momento de dor, unimos nossos sentimentos aos da fam√≠lia e elevamos nossos pensamentos a Deus, rogando-lhe que, por meio de seu grande amor, possa consolar os cora√ß√Ķes e curar as feridas dessa perda”, diz a nota da corpora√ß√£o.

Foto: 2¬ļ Batalh√£o de Pol√≠cia Militar Metropolitano (BPM/M)