PUBLICIDADE

Região / Polícia

Cunhado de vereador dá socos em controlador de acesso durante fiscalização em São Vicente

O caso ocorreu na tarde desta segunda-feira (27), no Pronto-socorro Central. O vereador Tiago Peretto (União Brasil) realizava a fiscalização no local, quando o funcionário do hospital tentou impedir a filmagem, momento que foi agredido. 

Vídeo: Reprodução

Da redação 

O cunhado do vereador Tiago Peretto (União Brasil) agrediu com socos o controlador de acesso do Pronto-socorro Central de São Vicente, que fica no bairro Parque Bitaru, na tarde desta segunda-feira (27). 

Em um vídeo obtido pela reportagem é possível ver o momento que Peretto e a comitiva dele chegam no local. O cunhado do parlamentar está filmando ele no local. No entanto, no momento que o vereador passa por uma catraca, o controlador de acesso estica o braço, impedindo a gravação. O cunhado do político reagiu com dois socos e a vítima foi ao chão. (veja o vídeo acima)

Peretto afirmou que recebeu uma den√ļncia de pacientes sobre a demora no atendimento m√©dico no local e foi conferir. Conforme o parlamentar, o agressor apenas prestava servi√ßo freelancer de grava√ß√£o de v√≠deo. O homem foi desligado.¬†

“O controlador de acesso tentou impedir a grava√ß√£o do meu trabalho de fiscaliza√ß√£o, que fa√ßo rotineiramente. S√≥ que eu repudio qualquer tipo de agress√£o. Me coloco √† disposi√ß√£o para ajudar, no que for preciso, o funcion√°rio agredido. N√£o √© esse o modo que oriento as pessoas que est√£o ao meu lado”, diz.¬†

¬†Em nota, a Prefeitura de S√£o Vicente, por meio da Secretaria da Sa√ļde (Sesau), informou que o controlador de acesso, identificado como Arnaldo Blume Filho, de 48 anos, passou por atendimento m√©dico, sutura da boca e atendimento odontol√≥gico. Ele foi encaminhado √† delegacia para realizar Boletim de Ocorr√™ncia.

A administra√ß√£o municipal ressaltou que a fiscaliza√ß√£o in loco por parte dos vereadores deve ser realizada com solicita√ß√£o de presen√ßa de respons√°vel que deve acompanhar o vereador, o que n√£o ocorreu no caso. “Todo o suporte necess√°rio est√° sendo dado ao funcion√°rio agredido. A administra√ß√£o municipal informa, tamb√©m, que abrir√° di√°logo com o sindicato da categoria para a cria√ß√£o de uma nova portaria, mais restritiva √† entrada de qualquer pessoa estranha aos ambientes de sa√ļde, a fim de proteger trabalhadores e pacientes”, finaliza.¬†