PUBLICIDADE

Região / Polícia

Falso investigador da Polícia Civil é preso com documentos idênticos ao da corporação

Foram encontradas duas funcionais falsas, uma pistola 9mm, distintivos, muni√ß√Ķes, drogas e anabolizantes, al√©m de um carro de luxo.

 

Vídeo: Divulgação / Polícia Civil 

Da redação 

Um homem, de 34 anos, foi preso em flagrante por se passar por investigador da Pol√≠cia Civil, em Santos, nesta sexta-feira (23). Segundo a corpora√ß√£o, Helcio Aur√©lio Magalh√£es J√ļnior foi abordado por policiais na Avenida Martins Fontes, na entrada de Santos, e se passou por agente, portando documentos falsos, id√™nticos aos da Pol√≠cia Civil. O homem teria dito ser “colega de profiss√£o” dos policiais.¬†

Sabendo que ele se passava por agente, gra√ßas a uma den√ļncia an√īnima, os policiais deteram ele e o levaram at√© o apartamento dele, no bairro Pitangueiras, em Guaruj√°, onde mora com os pais e a av√≥.¬†

No im√≥vel, foram encontradas duas funcionais falsas, uma pistola 9mm , distintivos, muni√ß√Ķes, drogas e anabolizantes, al√©m de um carro de luxo.¬† Nas imagens √© poss√≠vel ver os itens apreendidos. (veja o v√≠deo acima)¬†

Ele foi preso e levado para o 2¬ļ Distrito Policial (DP) de Santos. O indiv√≠duo responde por falsidade ideol√≥gica, usurpa√ß√£o de fun√ß√£o p√ļblica, uso de documentos falsos e venda ilegal de rem√©dios e anabolizantes. A pena m√°xima pode chegar a 31 anos.

Agora, a corporação vai investigar para qual finalidade Hélcio utilizou os documentos falsos e quantas vítimas teriam sido enganadas por ele. Também será investigada a origem dos itens e se outras pessoas estão envolvidas nos crimes.