PUBLICIDADE

Região / Polícia

PF encontra respiradores em sede da GCM de Guarujá adquiridos por organização investigada

Da Redação

Agentes da Pol√≠cia Federal estiveram na sede da Guarda Civil Municipal de Guaruj√° na manh√£ deste s√°bado (18), no bairro Santa Rosa, em busca de informa√ß√Ķes a respeito de 16 respiradores que se encontram custodiados no local. A Prefeitura esclarece que se tratam de aparelhos adquiridos pela Organiza√ß√£o Social Pr√≥ Vida que, por√©m, n√£o est√£o em conformidade com as normas exigidas pela Anvisa.

De acordo com a Prefeitura, as máquinas foram descobertas num depósito nas dependências da UPA Dr. Matheus Santamaria (UPA Rodoviária), em uma das primeiras vistorias técnicas realizadas pela comissão nomeada para cuidar da intervenção que o Município decretou nos contratos da Organização Social Pró Vida, em 11 de março deste ano.

“Na oportunidade, a Advocacia Geral do Munic√≠pio (AGM) comunicou √† Pol√≠cia Civil do Estado, que abriu Inqu√©rito Policial e realizou per√≠cia nos aparelhos. A autoridade policial fez a lacra√ß√£o das m√°quinas e recomendou que elas fossem custodiadas num local seguro e √† disposi√ß√£o das autoridades. Ent√£o, foi feito o transporte das mesmas para a sede da Guarda Civil Municipal. A exist√™ncia dos aparelhos √© um dos temas tratados na a√ß√£o civil p√ļblica que o Munic√≠pio ofereceu contra a OS Pr√≥ Vida, na qual s√£o evidenciadas in√ļmeras irregularidades cometidas pela institui√ß√£o. Entre outras coisas, essa a√ß√£o civil p√ļblica requer a indisponibilidade dos bens da OS para eventual ressarcimento ao er√°rio p√ļblico”, explica a Administra√ß√£o Municipal, em nota.

Ao chegar ao local neste sábado, a equipe da PF teve acesso aos aparelhos e também aos documentos relativos ao inquérito policial gerado a partir da comunicação da AGM à Polícia Civil. Em seguida, foi lavrado Termo Circunstanciado e, assim, os aparelhos seguem na sede da GCM à disposição da autoridade policial estadual.

Foto: Reprodução