PUBLICIDADE

Região / Polícia

Roubos e furtos na Região de Santos apresentam alta no mês de agosto, diz SSP

Da Redação

Pela quarta vez consecutiva, o indicador de roubos a banco ficou zerado em um mês de agosto, na região de Santos, que compreende a Baixada Santista, Litoral Sul e Vale do Ribeira. Os roubos em geral, de carga e de veículos, no entanto, cresceram. O primeiro subiu 2,5%, o segundo apresentou cinco boletins a mais, somando 25 casos, enquanto o terceiro oscilou de 47 para 76.

Os dados foram divulgados pela Secretaria de Seguran√ßa P√ļblica (SSP) na tarde desta sexta-feira (24). A alta tamb√©m se estendeu para os furtos em geral e de ve√≠culos. O primeiro passou de 1.748 para 2.579 e o segundo subiu de 140 para 257.

Outros dados

A regi√£o de Santos terminou o m√™s de agosto com redu√ß√£o nos casos e v√≠timas de homic√≠dios dolosos e nos estupros. Os roubos a banco permaneceram zerados e a quantidade de pris√Ķes realizadas pelas pol√≠cias aumentaram.

Os casos de mortes intencionais recuaram de 10 para 9, se analisado o oitavo mês dos anos de 2020 e 2021. A quantidade de vítimas, por sua vez, caiu de 14 para 10. O primeiro indicador teve o menor total da série histórica, ao lado de 2010. O segundo apresentou a segunda menor somatória.

Com as quedas, as taxas de homic√≠dios dolosos dos √ļltimos 12 meses (de setembro de 2020 a agosto de 2021) ficaram em 6,59 casos e 6,73 v√≠timas para cada grupo de 100 mil habitantes. A redu√ß√£o se estendeu para os estupros que ca√≠ram 12,5% no m√™s passado, se comparado a agosto de 2020. O n√ļmero passou de 56 para 49.

Em contrapartida, houve um caso e uma vítima de latrocínio no período. No oitavo mês do ano passado ambos os indicadores ficaram zerados.

Foto: Ciete Silvério/Governo do Estado de SP