PUBLICIDADE

Regi√£o / Sa√ļde

Samu demora 50 minutos para atender idoso que sofreu infarto; Prefeitura de PG nega

Da Redação

Um idoso teria esperado por 50 minutos por uma viatura do Servi√ßo de Atendimento M√©dico de Urg√™ncia (Samu), enquanto apresentava quadro de infarto. A den√ļncia, postada nas redes sociais, provou indigna√ß√£o dos internautas na tarde desta quarta-feira (16). A prefeitura de Praia Grande nega que tenha havido demora no atendimento.

Segundo o relato, o homem estava dentro do mercado no bairro Avia√ß√£o efetuando compras quando come√ßou ter um princ√≠pio de infarto. Clientes e funcion√°rios do local fizeram v√°rias liga√ß√Ķes ao Samu, onde alertaram que a vitima estava tendo um princ√≠pio de infarto no local e precisava urgentemente de atendimento. De acordo com a postagem, quando a ambul√Ęncia chegou ao local, foi necess√°ria outra ambul√Ęncia UTI, por conta de n√£o ter desfibrilador.

Outro lado

Procurada, a Prefeitura de Praia Grande respondeu, por meio de nota. Segundo ela, ‚Äúa chegada da ambul√Ęncia de suporte b√°sico chegou ao local em 10 minutos ap√≥s ter sido acionada pela Base Regional que fica em Itanha√©m. Constatando que era um caso de parada cardiorrespirat√≥ria, o Suporte B√°sico instalou o desfibrilador autom√°tico e iniciou o processo de reanima√ß√£o at√© que a ambul√Ęncia de suporte avan√ßado (UTI) chegasse ao local. Todas as unidades possuem desfibriladores. Todos os procedimentos foram realizados dentro do protocolo estabelecido pelo Minist√©rio da Sa√ļde‚ÄĚ.

A Administração Municipal informa ainda que a cidade conta hoje com 14 veículos. Em maio de 2019, entregou oito veículos novos totalmente equipados, adquiridos com verba municipal, mesmo sendo o Samu um órgão de responsabilidade do Governo Federal. Entre 2019 e 2020 outros três veículos novos foram adquiridos com recursos federais.

Por fim, a Prefeitura de Praia Grande garante que ‚Äúpleiteia ainda, junto ao Governo Federal, que a Base Regional do Samu, que hoje fica em Itanha√©m e atende todos os chamados telef√īnicos da Regi√£o, seja transferida para Praia Grande, j√° que o munic√≠pio conta com infraestrutura e instala√ß√Ķes adequadas, al√©m de profissionais altamente capacitados para assumir a demanda da Base Regional‚ÄĚ.