PUBLICIDADE

Região / Saúde

São Vicente abre 200 vagas para colocação de contraceptivo em adolescentes

As inscrições estão abertas até 20 fevereiro e são para jovens de 15 a 17 anos. 

 

Foto: Reprodução / Golden Clinic

Da redação

A Secretaria da Saúde de São Vicente (Sesau-SV) lançou um mutirão de implante de contraceptivo subcutâneo para adolescentes de 15 a 17 anos. No total, serão aplicados 200 contraceptivos. As inscrições serão realizadas até 20 de fevereiro.

Para receber o benefício, a adolescente tem que morar na Cidade e estudar em escola das redes municipal ou estadual de São Vicente, e preencher um formulário pelo link. Em seguida, a equipe da Diretoria de Saúde da Mulher entrará em contato para agendar o implante.

No dia da inserção do contraceptivo, as adolescentes participarão, também, de aula explicativa, roda de conversa e oficina sobre métodos anticoncepcionais e importância da prevenção não só da gravidez, mas também de doenças sexualmente transmissíveis.

A ação visa chamar a atenção desse público para evitar a gravidez prematura, já que a taxa mundial de em adolescentes é estimada em 46 nascimentos para cada 1 mil meninas de 15 a 19 anos, de acordo com site do Governo Federal.

A novidade deste ano é que a inserção do contraceptivo será realizada tanto na Área Insular, no dia 9 de março, na UBS Central (Av. Antônio Emmerich, 509 – Vila Cascatinha), quanto na Área Continental, no dia 23 de março, na Unidade de Saúde da Mulher (Rua Salvador, 60 –Jardim Irmã Dolores).

A ação acontecerá em parceria com a deputada estadual Solange Freitas, que destinou uma emenda parlamentar para aquisição dos contraceptivos.

De acordo com a Prefeitura, já existe um protocolo na cidade que disponibiliza, por meio de mutirão, o contraceptivo para um público específico. São adolescentes que já tiveram um filho; mulheres em situação de rua; portadoras de HIV; dependentes químicos e profissionais do sexo. Até o momento, mais de 100 munícipes receberam o Implanon durante os mutirões realizados no Município.

Implanon

o chip anticoncepcional é considerado um dos métodos mais eficazes de contracepção da atualidade. Isso porque a sua eficácia ultrapassa os 99% durante os cerca de três anos. O componente ativo, o etonogestrel, funciona de duas maneiras: impede que o óvulo seja liberado do ovário e altera a secreção ao do colo do útero, dificultando a entrada de espermatozóides no útero.

O método contraceptivo é reversível, de ação prolongada, e possui a forma de bastão com quatro centímetros de comprimento e dois milímetros de diâmetro.

Gravidez na adolescência

Segundo o Ministério da Saúde (MS), no Brasil, um em cada sete bebês é filho de mãe adolescente. A gestação não planejada na adolescência pode resultar da falta de conhecimento da adolescente sobre sua saúde, sobre as consequências na sua vida, bem como ao acesso limitado aos métodos contraceptivos eficazes. Das gravidezes que ocorrem na adolescência, 66% são não intencionais, o que significa que a cada 10 adolescentes que engravidam, 7 referem ter sido “sem querer”.