PUBLICIDADE

Região / Saúde

Unidades de Saúde da Família voltam a funcionar em horário normal em PG

Da Redação

As 30 unidades de Saúde da Família (Usafas) de Praia Grande voltam a
atender em horário normal, das 8h às 17h, a partir desta sexta-feira (9) Durante as duas últimas semanas, 21 Usafas estavam com horário de
atendimento estendido até as 22 horas, com o objetivo de desafogar os prontos-socorros da cidade.

“Foram realizados 1600 atendimentos nesse período e temos muito a agradecer a todos os profissionais da saúde e trabalhadores envolvidos”, disse José Isaías Costa Lima, secretário adjunto de Saúde Pública (Sesap) de Praia Grande.

A Sesap ressalta que as Usafas seguem atendendo casos de leves de síndromes gripais e arboviroses, como dengue e chikungunya, entre outros.

Após as 17 horas, os pacientes que necessitarem de atendimento podem se
dirigir às unidades de pronto-atendimento da cidade: UPA Samambaia,
PS Quietude e Porta de Entrada do Hospital Irmã Dulce e, para casos
suspeitos de covid-19, O Hospital para Síndromes Respiratórias, anexo ao
Hospital de Campanha no Ginásio Falcão.

24 horas

A Unidades de pronto atendimento Porta de Entrada do Hospital Irmã Dulce, PS Quietude e UPA Samambaia funcionam normalmente 24
horas por dia, assim como o Hospital de Síndromes Gripais, anexo ao
Hospital de Campanha, localizado no Ginásio Falcão.

162

O Acolhe PG, serviço telefônico que orienta as pessoas com sintomas de
síndromes gripais, também seguirá em funcionamento todos os dias. Os atendimentos ocorrem das 8 às 20 horas. O serviço funciona através dos
telefones 162 ou 3496-2281.

Os números demonstram o sucesso da plataforma: são cerca de 40
profissionais, entre coordenadores de acolhimento em saúde, médicos e
enfermeiros atuando na plataforma. Já foram efetuadas mais de 230 mil
ligações de monitoramento de sintomáticos respiratórios e pacientes
positivos. Outro dado de destaque é que mais de 7.500 agendamentos de
atendimentos foram efetuados pela equipe multidisciplinar.

“O Acolhe PG é serviço telefônico que disponibiliza para a população acesso
a profissionais qualificados que vão prestar esclarecimentos, além de
orientar sobre os serviços de saúde ofertados pela rede de Atenção à Saúde
Municipal. É um serviço totalmente diferenciado e Praia Grande é a única,
ou uma das poucas cidades do País, que contam com este atendimento”, explicou o secretário de saúde da Cidade, Cleber Suckow Nogueira.

Foto: Divulgação/PMPG