PUBLICIDADE

Cinema

Curtas produzidos pelo Instituto Querô serão exibidos online

Da Redação

O projeto ‘Hoje é Dia de Curta Online’ dará destaque às produções do Instituto Querô, a partir deste domingo (11), às 19h, em uma parceria entre a entidade e a Secretaria de Cultura (Secult). Até o final do mês serão exibidos curtas-metragens realizados pelos participantes das Oficinas Querô, que há 17 anos forma jovens para o mercado audiovisual. A cada domingo, estreia uma sessão com filmes diferentes.

As produções serão exibidas na página do Facebook do Cine Arte Posto 4 (www.facebook.com/CineArtePosto4) e no canal Cultura Santos no Youtube (www.youtube.com/CulturaSantos). A primeira sessão, batizada de ‘Clássicos Querô’, trará os curtas ‘Maria Capacete’, ‘Torto’, ‘Saudades da Minha Bahia’, ‘De Velha Basta Eu’ e ‘Ulisses’.

A programação do ‘Hoje é Dia de Curta Online’ é uma das ações da Secult em comemoração aos 30 anos do Cine Arte Posto 4, que ao longo de três décadas impulsiona as produções cinematográficas regionais, nacionais e internacionais do circuito de arte na Cidade.

Próximas sessões

De 18 a 24 de abril

Sesṣo 2 РPREMIADOS

O Pequeno Monstro

Nau Insensata

Tempo é Morfina

ANA

Aloha

De 25 de abril a 1º de maio

Sessão 3 – SANTOS É CENÁRIO

Carregadores do Monte

De Catraia

Canais de Santos

Azul da Cor do Mar

Missão Estelar

Janelas da Cidade

Santos eu te amo

O Instituto Querô

O Querô é uma instituição sem fins lucrativos que busca promover o acesso à arte e à cultura, além de estimular a transformação humana e cidadã de jovens de baixa renda e moradores de comunidades, por meio da capacitação e produção audiovisual, visando colaborar com a redução da desigualdade social.

A entidade realiza anualmente três projetos principais: Oficinas Querô, Querô na Escola e Querô Comunidade, que utilizam o trabalho coletivo como impulsionador de mudanças sociais e de expressão para as classes populares.

As Oficinas Querô oferecem capacitação audiovisual para jovens de baixa renda e estudantes de escolas públicas da Baixada Santista. Com atividades multidisciplinares focadas na democratização e no acesso à cultura, utiliza o audiovisual como forma de socialização de jovens, buscando fortalecer suas identidades, dar voz às suas histórias, adquirir conhecimentos e despertar habilidades para a transformação pessoal e profissional.