PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Estado de alerta e previsão de ressaca se mantém em Santos

Da Redação

A tempestade subtropical Yakecan tem provocado ventos intensos nas regiões costeiras do Sul e Sudeste do Brasil. Nesta terça-feira (17), as estações da Praticagem de São Paulo registraram rajadas de vento com 86 km/h na região da Ponta da Praia, a maré atingiu 1,9m na Baía de Santos e 2,1m no interior do estuário e a altura das ondas variou entre 1,0 e 1,5m. E o quadro continua.

Tanto que, no início da manhã desta quarta-feira (18), as estações continuaram registrando rajadas de vento de 84km/h e, de acordo com os modelos numéricos do NPH-Unisanta, a previsão de maré elevada e mar agitado se mantém.

A maré poderá ultrapassar 1,9m na Baía de Santos e 2,1m no interior do estuário por volta de 16 horas desta quarta, representando aumentos de 70cm em relação à tábua de marés. Além disso, na madrugada e tarde de quinta-feira (19) a maré também pode superar 2,0m na Baía de Santos.

O mar também ficará mais agitado, com ondas do quadrante sul-sudoeste, podendo ultrapassar 2,6m de altura significativa entre quinta-feira e sexta-feira na região da Baía de Santos.

De acordo com o Plano Municipal de Contingência para Ressacas e Inundações de Santos, o estado é de Alerta devido à previsão de maré superior a 2,0m na Baía de Santos.

Se a previsão se mantiver há possibilidade de alagamentos nos períodos de maré elevada e possibilidade de impactos nas estruturas urbanas costeiras.

Foto: Luigi Bongiovanni