PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Fumacê contra o Aedes aegypti passa por quatro bairros de Santos

Da Redação

Quatro bairros de Santos – Caneleira e S√£o Jorge (Zona Noroeste) e Vila Nova e Vila Mathias (Zona Leste) – receber√£o nebuliza√ß√£o para combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana, entre ter√ßa (6) e quinta-feira (8). A a√ß√£o, do tipo fumac√™, ser√° realizada pela se√ß√£o de Controle de Vetores, da Secretaria Municipal de Sa√ļde, sempre a partir das 18 horas.

O veículo com o fumacê passará em todas as quadras da Caneleira e São Jorge e, na Vila Nova e Vila Mathias, no trecho compreendido pela Avenida Washington Luís, ruas Braz Cubas e Bittencourt, Praça Iguatemi Martins, e ruas Silva Jardim e Lowndes.

Na semana passada, as equipes percorreram 45 quadras da Aparecida e 15 entre o Chico de Paula e a Vila Haddad.

No sistema do fumac√™, o ve√≠culo tem que passar tr√™s vezes no mesmo local para que o inseticida atinja efic√°cia. √Č pedido ao morador que deixe portas e janelas abertas e, se poss√≠vel, que levante a colcha da cama. A indica√ß√£o da nebuliza√ß√£o com o fumac√™ √© para controle de f√™meas adultas do Aedes aegypti. Sua aplica√ß√£o se d√° em situa√ß√Ķes de emerg√™ncia quando o controle preventivo n√£o √© suficiente.

A chefe t√©cnica da Se√ß√£o de Controle de Vetores, Ana Paula Favoreto, explica que a nebuliza√ß√£o com o fumac√™ tem efic√°cia limitada. “Devemos considerar os h√°bitos do mosquito, que possui modo de vida preferencialmente dentro de casa. Somente os mosquitos adultos que estiverem em voo no momento da pulveriza√ß√£o ser√£o controlados”.

Ela pede que, após a passagem das equipes nos bairros, os moradores continuem tomando cuidados como manter sem água os pratos de vasos com plantas, e retirar uma vez por semana a água das bandejas de geladeira (e colocar algumas gotas de detergente).

Tamb√©m deve ser dada aten√ß√£o √†s bandejas de bebedouro, que costumam acumular √°gua. Elas t√™m que ser lavadas uma vez por semana e devem receber gotas de detergente. As caixas d’√°gua devem estar bem fechadas e limpas com frequ√™ncia. Os pneus t√™m de ser descartados em postos de coleta autorizados.

Outros cuidados s√£o: limpar os ralos de casa uma vez por semana (os sem uso devem estar fechados), as piscinas devem ser tratadas com cloro (as n√£o usadas t√™m que ser totalmente esvaziadas e sem po√ßas d’√°gua) e as vasilhas de √°gua dos animais dom√©sticos devem ser lavadas com esponja e sab√£o uma vez por semana.

Santos registrou este ano 501 casos de chikungunya e 237 de dengue – nenhum de zika. O √ļltimo caso de febre amarela urbana data da d√©cada de 1940.

Foto da capa: Divulgação/Prefeitura de Santos