PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Operação Baixas Temperaturas em Santos reforça atenção a pessoas em situação de rua

Da Redação

Marcos Vin√≠cius Pinto da Silva, 44 anos, √© de Guaratinguet√° (SP) e est√° em Santos h√° 2 meses. Ele j√° havia morado na Cidade e retornou com o objetivo de se instalar definitivamente na Baixada Santista, por√©m, o valor do aluguel superou o dos ganhos como ajudante geral, o que o obrigou a dormir nas ruas durante quatro dias. Na manh√£ desta quinta-feira (19), Marcos chegou √† Casa √äxodo, um dos abrigos municipais com vagas ampliadas pela Prefeitura em raz√£o do frio intenso na regi√£o, uma das a√ß√Ķes da Opera√ß√£o Baixas Temperaturas.

“√Č muito ruim dormir na rua, ainda mais nesse frio”, comenta Marcos. Ele foi encaminhado ao abrigo por meio da assist√™ncia social do Centro Pop, local que procurou para tomar banho e se alimentar. Rec√©m-chegado na Casa, diz ter tido uma impress√£o positiva. “√Č um espa√ßo muito bom que eu n√£o sabia que existia. Tem uma cama limpa e eles tratam a gente com respeito”.

As vagas nos abrigos foram ampliadas de 250 para 350. As abordagens e sensibiliza√ß√£o √†s pessoas que est√£o em situa√ß√£o de rua tamb√©m foram intensificadas, com 20 agentes das Secretarias de Sa√ļde (SMS) e Desenvolvimento Social (Seds) percorrendo os pontos de grande concentra√ß√£o de popula√ß√£o em vulnerabilidade social e oferecendo servi√ßos e encaminhamento aos abrigos, al√©m da campanha do agasalho, que foi antecipada e conta com seis postos de arrecada√ß√£o na Cidade (confira endere√ßos abaixo).

“A Opera√ß√£o Baixas Temperaturas √© uma a√ß√£o muito importante em per√≠odos de frio extremo, como o que acontece agora. A Defesa Civil do Estado de S√£o Paulo nos alertou quanto √†s condi√ß√Ķes clim√°ticas e, por isso, essa opera√ß√£o, que costuma ser realizada em junho, foi adiantada este ano”, explicou o secret√°rio de Desenvolvimento Social, Carlos Mota.

O ingresso nos servi√ßos de acolhimento municipais se d√° apenas com o encaminhamento das equipes da Prefeitura. Quem presenciar pessoas em situa√ß√£o de rua deve ligar para o 153, central respons√°vel pelos encaminhamentos e tamb√©m para orienta√ß√Ķes sobre os servi√ßos municipais.

Campanha do Agasalho

Quem quiser doar roupas, calçados e cobertores pode levá-los a um dos seis endereços: Centro Pop (Rua Amador Bueno, 446, Centro); Fundo Social de Solidariedade (Avenida Conselheiro Nébias, 388, Encruzilhada) e quatro unidades do Supermercado Varandas (Avenida Pinheiro Machado, 643, Marapé; Rua Pio XII, 82, Saboó; Rua Alexandre Martins, 125, Aparecida; Avenida Moura Ribeiro, 116, Marapé).

Foto: Divulgação PMS