PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Santos bate recorde mensal de sepultamentos e prefeito faz apelo

Da Redação

O aumento nos √≠ndices da Covid-19 e o caos na rede de sa√ļde fizeram Santos quebrar o recorde mensal de sepultamentos. At√© as 12 horas de quinta-feira (25), foram registrados 339 funerais na cidade neste m√™s de mar√ßo.

Em janeiro e fevereiro foram 292 e 271, respectivamente. O n√ļmero tamb√©m √© superior ao registrado nos meses de mar√ßo de 2020, quando ocorreram 237 sepultamentos, e de 2019, com 231.

O total de lóculos se mostrou suficiente para atender à demanda de sepultamentos nos três cemitérios municipais. Mesmo assim, a Prefeitura abriu processo emergencial para a construção de outros 560 e processo licitatório para construção de mais 640.

Apelo
Na quinta-feira, Santos atingiu 90% de ocupação dos leitos de UTI Covid pela primeira vez desde o início da pandemia. À noite, o prefeito Rogério Santos fez um pronunciamento apelando para que a população respeite o lockdown.

“A situa√ß√£o √© grav√≠ssima. Cada minuto √© uma guerra para abrir novos leitos, por mais equipes de sa√ļde, oxig√™nio e medicamentos. Mas se n√£o tivermos a ajuda de todos, perderemos essa guerra”, disse Rog√©rio em v√≠deo publicado nos canais dele e da Prefeitura nas redes sociais.

Segundo o boletim epidemiol√≥gico divulgado na quinta-feira, mais 31 pessoas foram internadas na UTI com Covid-19 na cidade. “A m√©dia era de 12 pessoas por dia. A situa√ß√£o est√° piorando”. Tamb√©m foram registrados 13 novos √≥bitos em decorr√™ncia da doen√ßa.

O prefeito pede a conscientiza√ß√£o da popula√ß√£o: “Muitos est√£o respeitando o isolamento, mas muitos ainda pensam que √© brincadeira. Pessoas que n√£o usam a m√°scara, que derrubam gradis e cercas e insistem em correr na orla da praia ou que usam o transporte coletivo indevidamente para abrir com√©rcios de forma clandestina”, afirmou. “Precisamos de todos para encararmos essa guerra que est√° acontecendo dentro dos hospitais. N√£o vamos desistir, toda vida √© importante”.

Foto da capa: Divulgação/Prefeitura de Santos