PUBLICIDADE

Santos / Porto

Autoridade Portuária de Santos adere a passaporte mundial de logística

Da Redação

A Santos Port Authority (SPA) acaba de tornar-se a primeira administradora portu√°ria brasileira a aderir ao World Logistics Passport (WLP) – Passaporte Mundial de Log√≠stica -, programa de fidelidade baseado em parcerias, visando impulsionar as transa√ß√Ķes comerciais pelo Porto de Santos, por meio da coopera√ß√£o internacional. O WLP foi projetado para superar barreiras comerciais n√£o tarif√°rias, como a inefici√™ncia log√≠stica que atualmente limita o crescimento do com√©rcio entre os mercados em desenvolvimento

Santos √© um Porto atrativo por sua infraestrutura, localiza√ß√£o e log√≠stica, ocupando uma posi√ß√£o de destaque no setor portu√°rio nacional e internacional, respondendo por 28% das transa√ß√Ķes comerciais brasileiras com o exterior e caracterizando-se como o maior complexo portu√°rio da Am√©rica Latina. O objetivo da SPA √©, por meio do Programa WLP, disponibilizar vantagens para clientes e usu√°rios que se disponham a incrementar suas opera√ß√Ķes e, com isso, fomentar novos neg√≥cios.

O diretor presidente da SPA, Fernando Biral, explica que o planejamento tra√ßado para o Porto de Santos at√© 2040 leva em considera√ß√£o a necessidade de aumento aproximado de 50% da sua capacidade, elevando-a para 240,6 milh√Ķes de toneladas, para atender √† movimenta√ß√£o de 100% das cargas localizadas na sua zona de influ√™ncia. Para isso, est√£o previstos investimentos maci√ßos em seus acessos rodoferrovi√°rios e uma maior participa√ß√£o da ferrovia no transporte dessas cargas, elevando-a dos atuais 33% para 40% at√© 2040.

‚ÄúEsse planejamento requer uma abertura mais ampla a novos mercados e uma log√≠stica eficiente e parcerias como essa com o WLP s√£o estrat√©gicas para que o Porto de Santos e o com√©rcio exterior brasileiro se tornem cada vez mais atrativos a novos neg√≥cios‚ÄĚ, afirma Biral.

O CEO do WLP, Mike Bhaskaran, afirma que ‚Äúa Santos Port Authority √© um parceiro chave do WLP, que nos apoiar√° na atra√ß√£o de novos parceiros envolvidos nas opera√ß√Ķes portu√°rias, disponibilizando √†s empresas importadoras/exportadoras e agentes de carga vantagens e benef√≠cios, aumentando assim a competitividade do porto‚ÄĚ. E complementa: ‚Äúo benef√≠cio do nosso programa √© a redu√ß√£o nos custos da cadeia log√≠stica e a agiliza√ß√£o do fluxo de mercadorias, tornando-o mais eficiente, especialmente, na √°rea de influ√™ncia do Porto de Santos‚ÄĚ.

O World Logistics Passport

Mais de 20 pa√≠ses, at√© agora, fazem parte do programa, incluindo √ćndia, China, √Āfrica do Sul, Indon√©sia, Dubai, Brasil, Col√īmbia, M√©xico, Uruguai, Senegal, Cazaquist√£o, entre outros. O Passaporte Mundial torna mais f√°cil para os pa√≠ses participantes diversificarem o com√©rcio de seus produtos, aumentando a participa√ß√£o de mercado em produtos-chave e criando novas parcerias comerciais.

O WLP oferece aos seus membros acesso a três níveis de benefícios (Silver, Gold e Platinum) fornecidos por uma gama de parceiros que envolvem autoridades aeroportuárias, operadores portuários, aeroportos, operadores logísticos, serviços alfandegários, entre outros, essenciais para tornar as cadeias de suprimentos mais eficientes.

Foto: Divulgação/SPA