PUBLICIDADE

Santos / Porto

Contêineres, soja e fertilizantes puxam novo recorde anual do Porto de Santos em 2021

Da Redação

O Porto de Santos encerrou o ano de 2021 com novo recorde de movimenta√ß√£o de cargas, atingindo 147,0 milh√Ķes de toneladas, 0,3% acima do verificado em 2020. Os aumentos na movimenta√ß√£o de cont√™ineres, soja e fertilizantes foram determinantes para esse resultado.

As cargas de importa√ß√£o se sobressa√≠ram com aumento de 10,4%, somando 43,9 milh√Ķes de toneladas. J√° as cargas de exporta√ß√£o apresentaram redu√ß√£o de 3,5%, atingindo 103,1 milh√Ķes de toneladas.

As cargas conteinerizadas mostraram um expressivo crescimento de 14,2%, ampliando a movimenta√ß√£o para 4,8 milh√Ķes de TEU (cont√™iner padr√£o de 20 p√©s), fruto dos fortes e consecutivos aumentos mensais durante o ano. No m√™s de dezembro, o Porto de Santos tamb√©m registrou a melhor marca mensal da hist√≥ria para essa carga: 452,6 mil TEU, alta de 3,5% ante dezembro de 2020.

Com isso, no acumulado dos √ļltimos 12 anos o Porto de Santos cresceu a uma taxa anual composta acima da m√©dia do PIB para o per√≠odo. De 2009 a 2021, o crescimento anual de tonelagem no Porto de Santos foi de 4,9%, j√° a taxa dos cont√™ineres avan√ßou 6,6%. No mesmo intervalo, o PIB brasileiro cresceu em m√©dia 1,1% ao ano ‚Äď levando em considera√ß√£o a expectativa mais atualizada do PIB para 2021, de 4,51%.

A soja em gr√£os a granel tamb√©m se destacou ao elevar sua movimenta√ß√£o em 10,5% sobre o ano anterior, atingindo 23,3 milh√Ķes de toneladas, mostrando o potencial do agroneg√≥cio. Os fertilizantes encabe√ßaram o ranking das cargas de importa√ß√£o, crescendo 21,5% e somando 8,0 milh√Ķes de toneladas.

O diretor-presidente da Santos Port Authority (SPA), Fernando Biral, destaca o bom desempenho mesmo em meio √† pandemia da covid-19, “reflexo do potencial e atratividade do Porto de Santos no processo de desestatiza√ß√£o. O Porto n√£o para de crescer e aprimorar suas opera√ß√Ķes, atraindo cada vez mais cargas e mantendo-se na vanguarda no cen√°rio portu√°rio nacional.”

J√° o diretor de Opera√ß√Ķes, Marcelo Ribeiro, alerta para a necessidade de novas infraestruturas para as opera√ß√Ķes de cont√™iner. “Nossa capacidade atual √© de 5,3 milh√Ķes de TEU. A SPA, a Ag√™ncia Nacional de Transportes Aquavi√°rios (Antaq) e o Minist√©rio da Infraestrutura (Minfra) j√° est√£o preparando o leil√£o de nova √°rea para opera√ß√£o de cont√™ineres, o STS 10, que deve ocorrer no segundo semestre deste ano”, explica Ribeiro.

Ribeiro acrescenta a import√Ęncia de se ampliar a capacidade tamb√©m para os fertilizantes. “O STS 53 √© determinante para que Santos disponibilize infraestrutura adequada √† demanda para essa carga. Hoje n√£o conseguimos atender, na totalidade, o volume de fertilizante de nossa √°rea de influ√™ncia, por falta de capacidade instalada”, afirma.

Os embarques de √≥leo combust√≠vel, que somaram 2,9 milh√Ķes de toneladas (+32,4%), e de sucos c√≠tricos, com 2,3 milh√Ķes de toneladas (+11,9%), bem como as descargas de trigo, 1,3 milh√£o de toneladas (+21,4%), foram destaques na movimenta√ß√£o de 2021. J√° o a√ß√ļcar e o milho apresentaram redu√ß√£o de, respectivamente, 14,6%, atingindo 20,6 milh√Ķes de toneladas, e 37,9%, chegando a 9,0 milh√Ķes de toneladas.

Atracaram no Porto de Santos no √ļltimo ano um total de 4.856 navios. Esse n√ļmero ficou 1,0% abaixo de 2020. A redu√ß√£o no n√ļmero de navios aliada ao aumento na movimenta√ß√£o de cargas caracterizam a vinda para Santos de navios de maior porte que permitem uma melhor performance operacional e aumento da produtividade.

Corrente Comercial 

A participa√ß√£o acumulada de Santos na corrente comercial brasileira ficou no patamar de 27,0%. Cerca de 25,3% das transa√ß√Ķes comerciais com o exterior que passaram pelo Porto de Santos tiveram a China como pa√≠s parceiro. S√£o Paulo permanece como o Estado com maior participa√ß√£o nas transa√ß√Ķes comerciais com o exterior, via Santos, com 56,5%.