PUBLICIDADE

Santos / Porto

Temporada de cruzeiros recomeça nesta sexta-feira com saída do Porto de Santos

Da Agência Brasil e da Redação

Depois da paralisação em março de 2020 por causa da pandemia de covid-19, a temporada brasileira de cruzeiros 2021/2022 começa nesta sexta-feira (5), com a saída de um navio do Terminal Concais, no Porto de Santos, o MSC Preziosa.

No total, ser√£o cinco navios que o Terminal Concais ir√° receber. Al√©m do MSC Preziosa, as outras embarca√ß√Ķes da empresa ser√£o o Splendida e o Seaside – este √ļltimo nunca esteve na Cidade, assim como o Costa Smeralda, da Costa Cruzeiros. O outro navio da Costa ser√° o Fascinosa.

‚ÄúA estimativa √© que tenhamos 237 mil embarques no Porto de Santos, que concentrar√° 70% do total, j√° que em muitos outros Portos, como os do Rio e de Salvador, os passageiros geralmente est√£o em tr√Ęnsito‚ÄĚ, projeta Sueli Martinez, diretora de opera√ß√Ķes do Concais, em entrevista ao¬†Portal Mais Santos.

A circulação de passageiros deve girar em torno de 480 mil em 80 dias dentro do período de 5 de novembro até 18 de abril.

A libera√ß√£o da circula√ß√£o de navios tur√≠sticos aconteceu depois da aprova√ß√£o e publica√ß√£o de protocolos definidos pela Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria (Anvisa), na √ļltima sexta-feira (29). Segundo a Associa√ß√£o Brasileira de Cruzeiros Mar√≠timos (Clia Brasil), a previs√£o √© de que a temporada produza um impacto de R$ 1,7 bilh√£o na economia nacional e a gera√ß√£o de 24 mil empregos.

Com a libera√ß√£o por parte do Governo Federal para o retorno dos cruzeiros, entre novembro e abril, o Terminal Concais, no Porto de Santos, se prepara para receber as embarca√ß√Ķes. Ser√£o cinco navios, sendo tr√™s da MSC e dois da Costa Cruzeiros. Dois deles nunca estiveram na Cidade: o Seaside, da MSC, para 5300 passageiros, e o Costa Smeralda, da Costa, para 6700.

‚ÄúA estimativa √© que tenhamos 237 mil embarques no Porto de Santos, que concentrar√° 70% do total, j√° que em muitos outros Portos, como os do Rio e de Salvador, os passageiros geralmente est√£o em tr√Ęnsito‚ÄĚ, projeta Sueli Martinez, diretora de opera√ß√Ķes do Concais, em entrevista ao¬†Portal Mais Santos.

A circulação de passageiros deve girar em torno de 480 mil em 80 dias dentro do período de 5 de novembro até 18 de abril. Para isso, as providências ligadas aos cuidados sanitários estão bem adiantadas.

Al√©m da ocupa√ß√£o m√°xima de 75% da capacidade da embarca√ß√£o, do distanciamento de 1,5m entre grupos e do uso obrigat√≥rio de m√°scaras, est√£o entre os protocolos sanit√°rios determinados pela Anvisa a vacina√ß√£o completa obrigat√≥ria para h√≥spedes e tripulantes; testagem antes do embarque com exame PCR at√© tr√™s dias antes ou ant√≠geno at√© um dia antes da viagem; e testagem frequente de, no m√≠nimo, 10% das pessoas embarcadas e tripulantes. As excurs√Ķes e visitas em terra est√£o autorizadas e seguir√£o os protocolos das companhias.

Ser√° necess√°rio ainda o preenchimento de formul√°rio de sa√ļde pessoal (DSV ‚Äď Declara√ß√£o de Sa√ļde do Viajante); ar fresco sem recircula√ß√£o; desinfec√ß√£o e higieniza√ß√£o constantes; plano de conting√™ncia com corpo m√©dico especialmente treinado e estrutura com todos os modernos recursos para atendimento dos h√≥spedes e tripulantes; e medidas de rastreabilidade e comunica√ß√£o di√°ria com a Anvisa, munic√≠pios e estados.

De acordo com a Clia Brasil, a temporada tem cinco embarca√ß√Ķes confirmadas, ofertando 383 mil leitos, com 106 roteiros e 413 escalas em destinos nacionais como o Rio de Janeiro, Santos, Salvador, Angra dos Reis, Balne√°rio Cambori√ļ, B√ļzios, Cabo Frio, Fortaleza, Ilha Grande, Ilhabela, Ilh√©us, Itaja√≠, Macei√≥, Porto Belo e Ubatuba.

O presidente da Clia Brasil, Marcos Ferraz, refor√ßou hoje (4), em S√£o Paulo, que, para a ind√ļstria de cruzeiros a sa√ļde e a seguran√ßa dos h√≥spedes, tripulantes e das cidades visitadas e o compliance (regras de qualidade) sempre estar√£o em primeiro lugar e foi por isso que a entidade trabalhou em colabora√ß√£o com as autoridades respons√°veis pela libera√ß√£o da temporada.

‚ÄúEstamos prontos para navegar e muito felizes de acompanhar o retorno dos cruzeiros ao Brasil, tanto pela import√Ęncia do nosso setor para a economia e para a gera√ß√£o de empregos, quanto pela oportunidade de oferecer as mesmas experi√™ncias √ļnicas e memor√°veis que as pessoas apaixonadas por cruzeiros est√£o acostumadas a vivenciar e para tantas outras que viver√£o esses momentos pela primeira vez‚ÄĚ, disse.

De acordo com a Clia Brasil, cerca de tr√™s milh√Ķes de pessoas, em mais de 200 navios, j√° voltaram a navegar em cerca de 50 pa√≠ses, desde que os cruzeiros retomaram as opera√ß√Ķes.

As proje√ß√Ķes indicam que, at√© o fim do ano, 80% da capacidade da frota global estar√£o em opera√ß√£o, de acordo com um levantamento da Clia Global (Cruise Lines International Association).

Demanda

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, afirmou que a expectativa é que a temporada seja um grande sucesso por conta da demanda reprimida do pós-pandemia existente em todo o mundo.

‚ÄúTenho certeza de que os 75% de ocupa√ß√£o que foram liberados pelas autoridades estar√£o lotados. Haver√° procura maior do que oferta. √Č uma realidade que n√£o tem volta e nosso potencial √© muito grande‚ÄĚ, disse.

O ministro lan√ßou ainda um desafio para as operadoras de navios. Sugeriu que as temporadas se transformem em uma atividade constante, abrangendo outros destinos como a regi√£o do Nordeste. ‚ÄúGaranto que voc√™s n√£o v√£o perder dinheiro. Fa√ßam um teste e acreditem no Brasil. Voc√™s ter√£o em n√≥s um parceiro e n√£o v√£o se arrepender‚ÄĚ. Ele citou ainda a possibilidade de um cruzeiro no rio Amazonas.

Foto: Luigi Bongiovanni