PUBLICIDADE

Santos / Porto

Wärtsilä fornecerá novos equipamentos para VTS do Porto do Açu

A W√§rtsil√§ vai fornecer e instalar os novos equipamentos no servi√ßo de tr√°fego de embarca√ß√Ķes (VTS) do Porto do A√ßu (RJ). O contrato anunciado pelas duas empresas ter√° dura√ß√£o de cinco anos e unir√° m√ļltiplos sensores e bancos de dados em uma solu√ß√£o integrada, al√©m de servi√ßos de manuten√ß√£o. O contrato prev√™ o fornecimento de um VTS composto por c√Ęmeras de CCTV (circuito fechado), radar terrestre, informa√ß√£o meteorol√≥gica e de tr√°fego AIS (sistema de informa√ß√£o autom√°tica), com os hardwares e softwares necess√°rios. A entrega est√° prevista para o segundo semestre de 2019.

A fabricante finlandesa destaca que a solu√ß√£o √© flex√≠vel e pode ser utilizada de forma adapt√°vel para os v√°rios diferentes sensores do sistema. “A possibilidade de usar bancos de dados de portas existentes para suportar o sistema VTS e o uso de nossas informa√ß√Ķes geradas para dar feedback √†s suas bases de dados internas tamb√©m foram ponto chave”, ressaltou Luiz Barcellos, diretor de neg√≥cios da divis√£o Marine da W√§rtsil√§ Brasil.

Barcellos acrescentou que a tecnologia fornece alto n√≠vel de seguran√ßa e ser√° hospedado em um datacenter, virtualizando todo o processamento da m√°quina, otimizando o desempenho e permitindo acesso e controle de qualquer lugar por meio de conex√£o √† internet. Segundo o diretor, o escopo tamb√©m compreende o servi√ßo de manuten√ß√£o com um plano de atualiza√ß√Ķes e upgrades, mantendo a opera√ß√£o do porto em uma situa√ß√£o de √ļltima gera√ß√£o.

Localizado em S√£o Jo√£o da Barra, no norte fluminense, o Porto do A√ßu √© considerado o primeiro VTS licenciado no Brasil. O A√ßu conta com VTS no controle do tr√°fego aquavi√°rio desde 2015 e tem compartilhado sua experi√™ncia com outros portos brasileiros interessados em conhecer as pr√°ticas de monitoramento em seus terminais. “Continuamos empenhados em manter nosso sistema de monitoramento sempre atualizado, com as melhores tecnologias e viabilizando a m√°xima seguran√ßa mar√≠tima. Neste √ļltimo ano de opera√ß√£o, o servi√ßo possibilitou a realiza√ß√£o de aproximadamente 6.300 manobras de entrada e sa√≠da de embarca√ß√Ķes sem nenhum acidente”, contou o gerente de mavega√ß√£o da Porto do A√ßu, Mario Rodrigues.

 

 

Fonte: Portos e Navios

Foto: Divulgação/Porto do Açu