PUBLICIDADE

Regi√£o / Cotidiano

Professores de Cubat√£o fazem greve de 24h e reivindicam melhorias salariais

Os educadores também realizaram uma manifestação em frente ao Paço Municipal da cidade, às 09h. Alguns alunos ficaram sem aula por conta da paralisação. 

 

Vídeo: Divulgação / Sindicato dos Professores Municipais de Cubatão (SindPMC) 

Da redação 

Professores da rede municipal de ensino de Cubatão iniciaram nesta terça-feira (2) uma greve de 24h e realizaram uma manifestação em frente ao Paço Municipal da cidade, às 09h. Alguns alunos ficaram sem aula por conta da paralisação. 

Segundo o Sindicato dos Professores Municipais de Cubat√£o (SindPMC), os educadores cruzaram os bra√ßos devido a contraproposta apresentada pela Prefeitura para as reivindica√ß√Ķes dos profissionais. A categoria diz que ela n√£o foi apresentada oficialmente para os representantes dos servidores.¬†

“O Governo encaminhou diretamente √† C√Ęmara o Projeto de Lei (PL) sobre o assunto, o que configura pr√°tica antissindical”, afirma o SindPMC.¬†

Conforme o sindicato, os professores receberam 5% de aumento nos salários, acréscimo de R$ 1,64 por dia no Vale-Refeição (VR) e R$ 20,00 a mais no Vale-Alimentação (VA). No entanto, a categoria pede aumento de 10,62% de aumento no salário. 

De acordo com o SindPMC, a greve também acontece por conta de erros nos pagamentos dos funcionários e pela suposta distorção salarial dos professores de Educação Infantil. O sindicato diz que a Prefeitura cortou até 50% das aposentadorias de mais de 100 professores.

A categoria também pede para que seja aprovado o PL Lei 13/2024, que garante a jornada como base previdenciária, para professores do Ensino Fundamental I e II. 

Resposta 

A Prefeitura de Cubat√£o informou que houve tratativas junto ao Sindicato dos Servidores P√ļblicos de Cubat√£o (Sispuc), o que resultou na antecipa√ß√£o do pagamento do diss√≠dio para o m√™s de mar√ßo, concedendo 5% de reajuste salarial para todos os servidores p√ļblicos municipais. A administra√ß√£o ressalta que o diss√≠dio da categoria do funcionalismo p√ļblico √© no m√™s de maio, estando a Prefeitura impedida de conceder reajuste fora do √≠ndice inflacion√°rio (que atualmente √© de 5%) em obedi√™ncia √† legisla√ß√£o eleitoral.

O Município declarou que em 2023, o reajuste foi de 10,31%, acima do índice inflacionário de 4,62%. Em 2022, o aumento chegou a 10,06%, acima dos 5% da correção inflacionária.

“Sobre a revis√£o das aposentadorias feitas sem amplia√ß√£o de jornada e carga suplementar, a Prefeitura de Cubat√£o j√° enviou √† C√Ęmara Municipal o projeto de lei sobre o assunto e, assim que aprovado, todos os c√°lculos previdenci√°rios ser√£o feitos de acordo com os crit√©rios estabelecidos nesta lei”, diz a administra√ß√£o municipal.

“As unidades escolares permaneceram abertas, funcionando normalmente, exceto nas salas de aula em que houve ades√£o dos professores √† paralisa√ß√£o. Nestas, os alunos ficaram sem aula, o que comprometeu o calend√°rio escolar e a rotina dos pais e respons√°veis que contam com o dia a dia escolar como rede de apoio”, finaliza.¬†

Veja todas as reinvindica√ß√Ķes da categoria:¬†

  1. Recomposição das perdas salariais no Governo Ademário + 4%: 10,62%;
  2. Adequação da tabela para A1 para corrigir diferenças salariais;
  3. Retorno do pagamento do abono de férias em 100%;
  4. Eliminação da contrapartida do servidor no Vale Refeição, Vale Alimentação e Vale Transporte;
  5. Aumento do VR para R$ 46,60, gasto médio para almoço na região;
  6. Aumento do Vale Alimentação para R$ 793,39 Рvalor da Cesta Básica ideal, de acordo com o Dieese para janeiro de 2024;
  7. Eliminação da multa para o retorno dos servidores que deixaram a Assistência Médica após estudo atuarial;
  8. Aumento da contrapartida patronal na Assistência Médica de 3,28 para 4,28%;
  9. Equiparação Salarial das Professoras de Ensino Infantil com o nível F10;
  10. Piso do Magistério para as Professoras de Ensino Infantil I antes do dissídio;
  11. Regulamentação da jornada como base previdenciária;
  12. Revisão das aposentadorias feitas sem ampliação de jornada e carga suplementar;
  13. Regulamentação da Progressão Vertical por tempo de serviço;
  14. Considerar que os professores trabalharam durante a pandemia, mesmo que de forma online;
  15. Receber os direitos pelo tempo trabalho, principalmente horas extras.