PUBLICIDADE

Regi√£o / Economia

Reuni√£o em Bras√≠lia debate solu√ß√Ķes para o Aeroporto de Guaruj√°

Da Redação

O Aeroporto Civil Metropolitano da Baixada Santista ficou mais perto de sua implanta√ß√£o, ap√≥s encontro realizado nesta ter√ßa-feira (3) no pr√©dio do EMAER, Estado Maior da Aeron√°utica. A reuni√£o de trabalho teve a participa√ß√£o de todos os agentes p√ļblicos envolvidos no projeto.

O Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Damasceno recebeu a deputada federal Rosana Valle (PSB-SP) e o prefeito de Guaruj√°, Valter Suman (PSB). Estiveram presentes tamb√©m o presidente da Infraero, Tenente-Brigadeiro do Ar, H√©lio Paes de Barros, o diretor de outorgas e patrim√īnio da Secretaria de Avia√ß√£o Civil (SAC) John Weber Rocha, al√©m de outras autoridades.

O motivo da reunião foi alinhar os procedimentos e condutas para viabilizar o registro na ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), que dependerá de uma vistoria ao término da obra.

Na exposi√ß√£o, os t√©cnicos da prefeitura apresentaram as tr√™s fases da implanta√ß√£o do aeroporto que prev√™ desde a regulariza√ß√£o do cadastro na ANAC, a emiss√£o de Licen√ßa Ambiental para permitir as opera√ß√Ķes de aeronaves de pequeno porte, at√© a certifica√ß√£o para voos comerciais regulares com aeronaves de maior porte (737-700, 737-800, A319 e A320).

‚Äú√Č dif√≠cil entender porque at√© agora, uma regi√£o estrat√©gica como a Baixada Santista, que tem o maior porto do Pa√≠s, n√£o tenha ainda um aeroporto. Temos a chance de complementar ali os modais ferrovi√°rio, rodovi√°rio e mar√≠timo com o aerovi√°rio‚ÄĚ, disse o Brigadeiro Damasceno, Chefe do Estado Maior da Aeron√°utica.

A reunião serviu também para levar o pedido da prefeitura de extensão do prazo de uso da área provisória que pertence a Base Aérea. O Comando da Aeronáutica ficou de estudar a demanda com os outros órgãos do Governo ligados à Aviação.

Foto: Divulgação/PMG