PUBLICIDADE

Regi√£o / Esporte

Nathan Torquato, paratleta de Santos, é bicampeão pan-americano de taekwondo

Da Redação

O medalhista de ouro nos Jogos Paral√≠mpicos de T√≥quio, Nathan Torquato (Fupes), estreou em competi√ß√Ķes internacionais neste ano com mais uma conquista. Ele faturou a medalha de ouro no Pan-Americano de Taekwondo, em sua nova categoria, at√© 63 quilos. A disputa aconteceu nesta sexta-feira (15), na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro.

O paratleta derrotou na final um velho adversário, o dominicano Geraldo Castro, por 25 a 5. O lutador que representa a cidade de Santos já havia vencido o outro finalista em duas oportunidades. Na final dos Jogos Para-Panamericanos de Lima, no Peru, em 2019, e na seletiva para os Jogos Paralímpicos de Tóquio, disputada na Costa Rica, em 2020.

“√Č mais uma medalha importante porque me consolida como primeiro lugar no ranking mundial, abrindo mais dist√Ęncia dos meus advers√°rios”, disse Nathan. “Essa competi√ß√£o foi especial porque √© a primeira internacional de parataekwondo disputada no Brasil, ent√£o tive a torcida da minha fam√≠lia, dos meus amigos e do meu professor Rodney Saraiva (Fupes), disse o atleta, j√° focado na classifica√ß√£o para os Jogos Paral√≠mpicos de Paris, em 2024.

No ano passado, Nathan teve um ano inesquecível. Ele se tornou o primeiro atleta da história do taekwondo a se tornar campeão paralímpico, sendo recebido com festa e desfilando em caminhão de bombeiros pelas ruas de Santos. Também foi campeão pan-americano no México (até 61kg) e bronze no Campeonato Mundial, disputado em Istambul, na Turquia, já na categoria até 63kg.

O lutador foi eleito pela World Taekwondo (WT) Рfederação mundial da modalidade, o melhor atleta masculino do mundo. Ele também venceu o Prêmio Paralímpicos, maior premiação do paradesporto, em sua modalidade, em evento organizado pelo CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro).

Foto: Guilherme Taboada/CBTKD