PUBLICIDADE

Regi√£o / Meio Ambiente

Saruês representam 28% das capturas do Grupamento de Defesa Ambiental de Guarujá

Nos √ļltimos cinco anos, a equipe j√° realizou o resgate de mais de 1,3 mil animais silvestres na Cidade.

 

Foto: Divulgação / Prefeitura de Guarujá

Da redação

De acordo com o Grupamento de Defesa Ambiental (GDA) da Prefeitura de Guaruj√°, nos √ļltimos cinco anos, a equipe j√° realizou o resgate de mais de 1,3 mil animais silvestres, sendo que o saru√™ representa 28% das ocorr√™ncias.

Logo atrás dos 391 casos de aparecimento do animal, os mais comuns são: enxame de abelhas (320), pássaros (143) e serpentes (111). Lagarto, jacaré, coruja e bicho-preguiça também fazem parte da lista de animais resgatados pelo GDA.

Segundo a prefeitura, o grupo √© o √ļnico da Baixada Santista a realizar o manejo de abelhas e integra a For√ßa-Tarefa da Prefeitura, da Secretaria Municipal de Defesa e Conviv√™ncia Social (Sedecon). S√£o oito agentes nesta √°rea de atua√ß√£o, sendo tr√™s mulheres. As duas equipes, com quatro agentes cada uma, dividem-se em duas √°reas de atua√ß√£o: a primeira, na regi√£o de Vicente de Carvalho e Centro de Guaruj√°. A segunda, no per√≠metro da Enseada at√© a divisa com Bertioga.

Depois do curso de Guarda Civil Municipal, é necessário que o candidato à vaga na GDA se especialize em meio ambiente e cursos na área. Os agentes atuam principalmente com foco na fauna, flora e áreas de mangue.

No patrulhamento ambiental, est√£o como miss√£o a preven√ß√£o de desmatamento, constru√ß√£o irregular, al√©m do resgate de animais silvestres, fiscaliza√ß√£o de embarca√ß√Ķes e monitoramento da √°rea de preserva√ß√£o permanente. Ainda s√£o realizadas trilhas em praias mais afastadas para coibir o turismo predat√≥rio, como casos de desmatamento, churrasco, entre outros. Os profissionais tamb√©m realizam o trabalho de seguran√ßa p√ļblica e organiza√ß√£o de tr√Ęnsito caso seja necess√°rio.

Cuidado

O GCM Zolyomi alerta que é crime manter um animal silvestre como doméstico ou matá-lo. Depois do resgate, os animais são levados para o veterinário (caso estejam feridos) ou são soltos na natureza.

‚ÄúRecomendamos que as pessoas n√£o fa√ßam carinho ou tentem manusear os animais. Muito menos tentar alguma receita caseira ou dica de amigo, como incendiar uma colmeia. O ideal √© manter os olhos no local onde o animal est√° e acionar a GDA pela Central 153, que far√° o resgate de maneira segura. Os animais silvestres podem passar doen√ßas e, em alguns casos, at√© ferir gravemente uma pessoa‚ÄĚ, explica.

Para evitar o aparecimento de animais silvestres em casa, o GDA recomenda que as pessoas zelem pelo seu quintal, descartando o lixo corretamente e mantendo a organiza√ß√£o e a higiene. ‚ÄúEsta √© a melhor maneira de manter os roedores longe, j√° que eles atraem os r√©pteis, que atraem outros animais. √Č uma cadeia‚ÄĚ, finaliza Zolyomi.

N√ļmero de resgates por ano

‚Äď 2019: 208 animais

‚Äď 2020: 245 animais

‚Äď 2021: 255 animais

‚Äď 2022: 389 animais

‚Äď 2023: 298 animais