PUBLICIDADE

Região / Polícia

Policiais do Choque det√™m grupo suspeito de estelionato com 58 cart√Ķes banc√°rios em S√£o Vicente

Os homens estavam em um estabelecimento comercial planejando novos crimes; foram apreendidos R$ 4 mil no local. 

 

Foto: Divulga√ß√£o / Secretaria de Seguran√ßa P√ļblica de S√£o Paulo (SSP)

Da redação

O Batalh√£o de Choque da Pol√≠cia Militar (PM) prendeu um grupo de sete pessoas, com 16 celulares sem proced√™ncia, 58 cart√Ķes banc√°rios, mais de R$ 4 mil em dinheiro, al√©m de uma por√ß√£o de maconha e uma moto. A pris√£o aconteceu na segunda-feira (4), em um estabelecimento comercial no Parque Bitar√ļ, em S√£o Vicente.

De acordo com a Secretaria de Seguran√ßa P√ļblica de S√£o Paulo (SSP), os policiais realizavam patrulhamento na regi√£o, durante a terceira fase da Opera√ß√£o Ver√£o, quando receberam informa√ß√Ķes da central de intelig√™ncia de que diversos homens estavam reunidos em um estabelecimento comercial com intuito de planejar crimes. A equipe se deslocou ao local e realizou a abordagem dos suspeitos.

Com o grupo, foram encontrados cart√Ķes de diversos bancos, celulares sem proced√™ncia comprovada e dinheiro. No momento da pris√£o, eles confessaram que realizavam transa√ß√Ķes banc√°rias fraudulentas.

Fora do estabelecimento, uma moto e um carro, que pertencem a dois dos suspeitos, foram encontrados. Nos ve√≠culos, os agentes localizaram mais cart√Ķes banc√°rios, dinheiro e drogas.

O grupo foi conduzido ao Departamento Central de S√£o Vicente. O dono da moto permaneceu preso suspeito de tr√°fico. J√° os demais envolvidos foram liberados, mas ser√£o investigados por estelionato.

3¬į fase da Opera√ß√£o Ver√£o

Foto: Reprodução

 

Durante a Opera√ß√£o Ver√£o na Baixada Santista, iniciativa voltada ao combate √† criminalidade e a garantia da seguran√ßa da popula√ß√£o, 797 criminosos foram presos, incluindo 301 procurados pela Justi√ßa. Al√©m disso, foram apreendidos 562,4 quilos de drogas e 86 armas ilegais, incluindo fuzis de uso restrito. At√© o momento, 39 pessoas morreram em confronto com a pol√≠cia. Segundo a SSP, todos os casos s√£o investigados pela Pol√≠cia Civil, com o acompanhamento do Minist√©rio P√ļblico e do Poder Judici√°rio.

A a√ß√£o policial foi desencadeada no dia 18 de dezembro do ano passado. Por√©m, a 2¬į e 3¬į fase dela, que desencadeou um grande refor√ßo policial, aconteceram ap√≥s a morte do soldado da Rota, Samuel Wesley Cosmo, no dia 2 de fevereiro, em Santos. Ka√≠que Coutinho do Nascimento, conhecido como ‚ÄúChip‚ÄĚ, de 21 anos, foi preso em Uberl√Ęndia, Minas Gerais, e √© acusado de matar o agente.