PUBLICIDADE

Região / Saúde

SV: Pessoas de 40 anos, com comorbidades, recebem a segunda dose a partir desta sexta

Da Redação

Aos poucos, novas faixas etárias vão sendo incluídas na campanha de vacinação de São Vicente, sempre seguindo as diretrizes do Plano Estadual de Imunização – PEI.

Mais importante do que a primeira, é a segunda dose da vacina, essencial para ampliar a defesa do organismo e garantir uma eficácia ainda maior contra a Covid-19 e suas possíveis variantes.

Por isso, a partir desta sexta-feira (20), pessoas com comorbidades, de 40 anos ou mais, já podem completar o ciclo vacinal com o imunizante Oxford/Astrazeneca. É preciso levar RG, CPF e o cartão de vacinação com o registro da primeira dose.

Os postos que disponibilizam a dose complementar da Oxford são:

– UBS Central (Avenida Antônio Emmerich, 509 – Vila Melo)
– UBS / ESF Vila Margarida (Rua Polydoro de Oliveira Bittencourt , 299)
– ESF Esplanada dos Barreiros (Avenida Brasil, s/n)
– ESF Humaitá (Rua Maria Rocco, s/nº)
– UBS/ESF Vila Ponte Nova E ESF Quarentenário (Rua Salvador, s/n)
– ESF Japuí (Avenida Tupiniquins, s/n)
– UBS /ESF Náutica III (Rua Nicolau Patrício Moreira, 225)
– UBS/ESF JIP (Rua Roberto Koch, 584 – Jóquei Clube)

Além desses, a Cidade conta com mais dois postos volantes:

Área Insular: o Brisamar Shopping (Rua Frei Gaspar, 365, Centro), atende no 3° andar, loja 329, vacinando das 9h às 20 horas, durante a semana, e das 10h às 18h, aos sábados.

Área Continental: o Ginásio Poliesportivo Dr. Luiz Gonzaga (Praça dos Ambientalistas, s/n°, Jardim Rio Branco), atende das 9h às 15h30.

“Com exceção da Janssen, as demais vacinas são administradas e eficazes com duas doses. Então, quem ainda não tomou a segunda dose deve comparecer a uma dessas unidades e completar o esquema vacinal. Cada detalhe da campanha de vacinação foi cuidadosamente estudado para viabilizar o acesso de toda a população. A vacina é a maneira mais eficaz de proteção, mas os cuidados como o uso de máscara e álcool em gel, e o distanciamento social devem ser mantidos”, declara a secretária de Saúde, Michelle Santos.

Foto: Divulgação/PMSV