PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Empresa particular de ambul√Ęncia √© multada e interditada em Santos

Da Redação

Uma empresa particular de servi√ßo m√≥vel de emerg√™ncia (ambul√Ęncia), localizada na Vila Mathias, foi totalmente interditada nesta sexta-feira (19) ap√≥s fiscaliza√ß√£o da Se√ß√£o de Vigil√Ęncia Sanit√°ria (Sevisa), da Secretaria Municipal de Sa√ļde. Al√©m da interdi√ß√£o, foi lavrada multa no valor de R$ 10 mil.

A chefe da Se√ß√£o de Vigil√Ęncia Sanit√°ria (Sevisa), Luciane Valente, informa que a empresa j√° havia sido intimada, no ano passado, a fazer adequa√ß√Ķes em seu servi√ßo. Entre as irregularidades constatadas nesta sexta-feira est√£o o uso de medica√ß√£o vencida nas ambul√Ęncias e tamb√©m no estoque, e estrutura f√≠sica inadequada. A √°rea do expurgo do material como roupas e len√ß√≥is tamb√©m estava inadequada conforme a legisla√ß√£o.

Ainda de acordo com Luciane Valente, os cilindros de oxig√™nio estavam armazenados em local irregular, e foram encontrados caramujos em uma parte da empresa. “A constata√ß√£o de medicamentos vencidos fere a legisla√ß√£o sanit√°ria e coloca em risco a sa√ļde p√ļblica”.

Segurança

“√Č inaceit√°vel transportar pacientes graves em viaturas sem condi√ß√Ķes de seguran√ßa e com medica√ß√Ķes vencidas”, destacou o chefe t√©cnico da Sevisa, Armando Proen√ßa.

A chefe do Departamento de Vigil√Ęncia em Sa√ļde, Ana Paula Viveiros Valeiras, falou sobre a import√Ęncia das fiscaliza√ß√Ķes. “Quando necess√°rio, e em nome da Sa√ļde P√ļblica, utilizamos a prerrogativa de poder de pol√≠cia sanit√°ria para que os interesses coletivos da popula√ß√£o estejam acima de interesses individuais. E, hoje, tivemos esse exemplo”.

Descarte correto

O respons√°vel t√©cnico da empresa foi designado fiel deposit√°rio da medica√ß√£o vencida, que dever√° providenciar o descarte correto deste material. A empresa s√≥ poder√° voltar a funcionar se cumprir todas as exig√™ncias solicitadas pela Vigil√Ęncia Sanit√°ria.

Foto: Isabela Carrari/PMS