PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

F√≥rum de mobilidade apresenta impactos do T√ļnel Santos-Guaruj√°

Da Redação

O 1¬ļ F√≥rum Vou de T√ļnel de Mobilidade Urbana, realizado nesta sexta-feira (18), no Santos Convention Center (Ponta da Praia), destacou os impactos positivos da travessia seca entre Santos e Guaruj√° no desenvolvimento portu√°rio e na mobilidade urbana.

Promovido pela Uvebs (Uni√£o dos Vereadores da Baixada Santista), o evento demonstrou, por v√≠deos, pain√©is e palestras, as caracter√≠sticas, o tipo de constru√ß√£o e interven√ß√Ķes necess√°rias ao empreendimento.

O t√ļnel far√° a liga√ß√£o em menos de cinco minutos entre as duas cidades. O deslocamento ser√° facilitado por tr√™s pistas, distribu√≠das entre ve√≠culos de passeio e de carga, ciclovia, pedestres, al√©m de capacidade para absorver o VLT (Ve√≠culo Leve Sobre Trilhos). Caso seja implantada, a obra beneficiar√° mais de 40 mil pessoas, que atualmente utilizam a travessia de balsas e barcas entre os munic√≠pios.

A expectativa, dentro de um modelo atualizado do projeto, é de que será reduzida a necessidade de desapropriação e reassentamento, em comparação ao projeto anterior.

O fórum teve a participação de diversas autoridades das esferas municipal, estadual e federal, além de técnicos e especialistas em engenharia. O prefeito Rogério Santos, também presente, falou da expectativa pela ligação.

“Temos trabalhado bastante para que os projetos em Santos saiam do papel. O projeto do t√ļnel √© centen√°rio e j√° at√© possui o EIA/Rima (Estudo de Impacto Ambiental). O tema j√° foi debatido com a popula√ß√£o e ambas as cidades j√° realizaram audi√™ncias p√ļblicas. Agora estamos na expectativa de sua implanta√ß√£o, com a possibilidade de um financiamento desse projeto por meio do governo federal”.

A obra ser√° feita com escava√ß√£o e aplica√ß√£o de m√≥dulos de concreto no subsolo, n√£o havendo interfer√™ncia na profundidade de leito do canal. Dessa forma, o t√ļnel n√£o limita a navega√ß√£o de grandes navios, nem cria obst√°culos para a expans√£o do Porto.

CURIOSIDADE

Ainda durante o evento, o chefe do Executivo santista lembrou das semelhanças entre o primeiro projeto, desenhado em 1927, e o atual, elaborado há 10 anos e atualizado pela Santos Port Authority, em 2019.
“O t√ļnel √© discutido h√° muito tempo. Curiosamente essa liga√ß√£o desenhada pelo engenheiro En√©as Marino, h√° 95 anos, √© praticamente no mesmo local do atual projeto. Inclusive, a primeira vers√£o j√° previa a presen√ßa do bonde, e hoje temos o VLT como uma realidade, que tamb√©m pode ser integrado ao T√ļnel”, concluiu o prefeito.

Fotos: Carlos Nogueira/PMS