PUBLICIDADE

Santos / Porto

Açu Petróleo e Petrogal renovam contrato para transbordo de petróleo no Porto do Açu

A A√ßu Petr√≥leo (joint venture entre a Prumo Log√≠stica e a Oiltanking) e a Petrogal reafirmaram sua parceria e renovaram at√© 2023 o contrato para transbordo de petr√≥leo no Terminal no Porto do A√ßu, em S√£o Jo√£o da Barra (RJ). Com o novo contrato, a previs√£o √© que a petroleira, que √© cliente do terminal desde 2017, dobre o n√ļmero de opera√ß√Ķes de exporta√ß√£o realizadas no terminal.

Para Victor Snabaitis Bomfim, CEO da A√ßu Petr√≥leo, a renova√ß√£o do contrato com a Petrogal refirma os diferenciais da empresa. ‚ÄúA continuidade desta parceria √© muito importante para a A√ßu Petr√≥leo, pois nos incentiva cada vez mais a mantermos nosso compromisso com a excel√™ncia operacional e respeito inegoci√°vel ao meio ambiente. A Petrogal foi a primeira empresa a operar com navios VLCCs em nosso terminal. Estou certo de que este compromisso, juntamente com a previsibilidade e seguran√ßa que oferecemos em nossas opera√ß√Ķes foram fatores chave para esta renova√ß√£o‚ÄĚ.

‚ÄúA Petrogal √© o terceiro maior produtor de √≥leo e g√°s no Brasil e uma das empresas mundiais cuja produ√ß√£o registra um crescimento mais acelerado‚ÄĚ, declarou Miguel Pereira, CEO da empresa. ‚ÄúO Brasil √© a nossa principal base de desenvolvimento e isso exige o acesso a infraestruturas confi√°veis, devidamente equipadas em termos tecnol√≥gicos e ambientais,‚ÄĚ acrescentou.

Em opera√ß√£o desde 2016, o Terminal de Petr√≥leo (T-OIL) da A√ßu Petr√≥leo possui 25 metros de profundidade, tr√™s ber√ßos e capacidade licenciada para movimentar at√© 1,2 milh√£o de barris de petr√≥leo/dia. Desde o in√≠cio de sua opera√ß√£o, o terminal j√° realizou mais de 95 opera√ß√Ķes. O T-OIL √© o √ļnico terminal privado no pa√≠s com capacidade para receber navios tipo VLCC, que tem capacidade de armazenamento de at√© 2 milh√Ķes de barris de √≥leo cru. As opera√ß√Ķes com navios VLCC j√° representam 40% do total movimentado at√© hoje.

‚ÄúPara este ano, a previs√£o √© movimentarmos o dobro dos volumes de 2018. Al√©m disso, estamos avan√ßados no desenvolvimento do projeto para tancagem onshore que, al√©m de proporcionar uma otimiza√ß√£o na log√≠stica de manuseio de petr√≥leo para os nossos clientes, estar√° capacitado para oferecer novos servi√ßos, como armazenagem, dewatering e blending‚ÄĚ, destacou Bomfim.

Além da Petrogal, as empresas Petrobras, Shell e Equinor também são clientes da Açu Petróleo.

 

T-OIL

No T-OIL, a operação de transbordo de petróleo é realizada por um operador de classe mundial, a Oiltanking, em área abrigada por quebra-mar, possibilitando uma operação confiável e segura, com eficiência e redução no custo final para os clientes, o que aumenta a competitividade do petróleo brasileiro. A operação conta com os dois navios atracados no quebra-mar, ambos cercados por barreiras de contenção, o que minimiza o risco de impacto para o meio ambiente.

 

Fonte e foto: Portos e Navios