PUBLICIDADE

2.0 - REGIÃO

Empresa vencedora de licitação assina com Prefeitura e obra na Ponte dos Barreiros começa em 20 dias

O drama vivido por aqueles que dependem da Ponte dos Barreiros já apresenta início de solução. Nesta terça-feira (7), a empresa vencedora da licitação assina contrato com a Prefeitura de São Vicente para dar início à obra emergencial de correção das 50 estacas (pilares) apontadas pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) como mais críticas. A previsão é que os serviços comecem em 20 dias.

A obra será realizada na parte de baixo do equipamento, sem a necessidade de interdição da passagem para pedestres.

De acordo com a Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Obras Particulares (Seob), o processo do projeto executivo emergencial para recuperação da ponte está sendo elaborado, conforme pedido do IPT.

Lembre o caso

A Ponte dos Barreiros foi interditada para o tráfego no dia 30 de Novembro devido ao risco de desabamento apontado pelo laudo emitido pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). Até o momento, podem passar apenas bicicletas e pedestres.

Para garantir uma alternativa ao translado de passageiros entre a a Área Continental e a Área Insular, a Otrantur Transportes e Turismo, empresa responsável pelo transporte público municipal, implantou duas linhas especiais temporárias. A medida, que visa diminuir os impactos causados com a interdição da ponte e que atende a solicitações feitas por moradores, permite que o passageiro desça na cabeceira da ponte, atravesse a pé e embarque em outro ônibus.

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) também deu início a um plano emergencial para atender os moradores da Área Continental, criando três novas linhas com partidas dos bairros Humaitá, Parque Continental e Gleba II, para levar os passageiros até a cabeceira da ponte. Os usuários recebem uma senha para embarcar, no outro lado da ponte, sem pagar outra tarifa.