PUBLICIDADE

Regi√£o / Cotidiano

Estado aprova proposta de reestruturação viária do acesso ao Aeroporto de Guarujá

Da Redação

Um importante passo para o in√≠cio da reestrutura√ß√£o vi√°ria do acesso ao Aeroporto Civil Metropolitano de Guaruj√°, na Avenida √Āurea Gonzales de Conde, em Vicente de Carvalho, acaba de ser dado. Foi publicada na edi√ß√£o desta quarta-feira (1¬ļ) do Di√°rio Oficial do Estado a aprova√ß√£o da proposta de projeto de revitaliza√ß√£o da primeira fase do acesso ao local, que ter√° mais de R$ 7,7 milh√Ķes do Governo do Estado, por meio do Dadetur (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Munic√≠pios Tur√≠sticos).

Além da recuperação do pavimento, estão previstos a revitalização de iluminação e paisagismo. A partir da publicação desse edital, a Prefeitura de Guarujá insere no sistema do Governo do Estado a documentação técnica sobre o assunto, como projeto, planilha e cronograma.

O Estado fará uma análise e, com a aprovação, o convênio com a Prefeitura será assinado. A partir daí, estará apta para a licitação e, depois, para concluir o contrato. A expectativa é 120 dias para o início das obras após a assinatura do convênio.

“√Č uma conquista enorme, porque o Munic√≠pio est√° em tratativas com a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportu√°ria) para consultoria da viabilidade de implanta√ß√£o do Aer√≥dromo de Guaruj√°. Queremos dar o melhor acesso a esse aeroporto, fazendo uma avenida diferenciada, com um olhar tur√≠stico”, explica a secret√°ria de Planejamento, Polliana Iamonti.

Para o secret√°rio de Desenvolvimento Econ√īmico e Portu√°rio, Gustavo Rondini, a obra vai favorecer todo o distrito de Vicente de Carvalho. “Na fase um, faremos toda a readequa√ß√£o do trecho da Rodovia C√īnego Domenico Rangoni at√© a ponte do Cemit√©rio da Consola√ß√£o. √Č uma obra para fazer as adequa√ß√Ķes necess√°rias para a entrada do aeroporto, com uma ilumina√ß√£o mais adequada e paisagismo especial”, adianta.

Polliana lembra ainda que o Aeroporto de Guaruj√° √© um equipamento com alto potencial tur√≠stico e aguardado h√° anos pela popula√ß√£o. “A segunda fase est√° sendo proposta para o Dade 2022, incluindo as avenidas Presidente Vargas, S√£o Paulo e Castelo Branco”, detalha.

Três etapas

Todo o controle do aeroporto √© do Munic√≠pio, com a gest√£o e opera√ß√£o aos cuidados da Infraero, que atua como uma prestadora de servi√ßos. Com 47 anos de exist√™ncia, a Infraero administra, atualmente, 55 aeroportos em todo o Brasil. O 56¬ļ ser√° o de Guaruj√°. O acordo prev√™ tr√™s etapas para colocar o aeroporto em funcionamento.

A primeira, que est√° em andamento, consiste exatamente nestas a√ß√Ķes, que culminam com o registro junto √† Ag√™ncia Nacional de Avia√ß√£o Civil (Anac) e as obras de recupera√ß√£o da pista, para coloc√°-la em condi√ß√Ķes de receber os primeiros voos. Na segunda fase, ser√° vi√°vel a opera√ß√£o de jatos particulares e voos executivos. Nesse per√≠odo, tamb√©m ser√° solicitada uma licen√ßa para opera√ß√£o de aeronaves de m√©dio porte, como os avi√Ķes modelo ATR.

Já na terceira etapa, a Prefeitura e a Infraero buscarão novos recursos para concretizar a operação comercial no local, com a construção de novos hangares e demais estruturas físicas, possibilitando a implantação de voos comerciais com grandes aeronaves como Airbus 319 e Boeing 737, para os principais destinos do Brasil.

Foto: Divulgação/Arquivo Prefeitura Municipal de Guarujá