PUBLICIDADE

Região / Cotidiano

Famílias de Praia Grande conquistam a casa própria: 14 unidades são entregues

Da Redação

Foram entregues nesta segunda-feira (29), pela Prefeita Raquel Chini, as chaves de 14 unidades dos conjuntos Imperador V e VI (Bairro Melvi). As famílias beneficiadas fazem parte do cadastro habitacional municipal desenvolvido pela Secretaria de Habitação (Sehab). “É importante ressaltar que as conquistas destas famílias são resultado do trabalho que a Prefeitura tem executado, por meio da Secretaria de Habitação (Sehab), na fiscalização e identificação de irregularidades, ao longo do processo de concessão das unidades. Trata-se de justiça social. Estamos nos esforçando ao máximo para que essas unidades sejam ocupadas por aqueles que realmente precisam. Nossa ação é por vocês”, ressaltou Raquel.

Maria Aparecida da Silva não se conteve quando foi chamada para receber as chaves das mãos da Prefeita: “Essa casa para mim é tudo. Eu achava que na minha idade não conseguiria. É uma alegria muito grande. Não dá nem pra dizer. Só posso agradecer a Deus e à Prefeitura por tudo que fez para que eu conseguisse alcançar esta maravilha. É a conquista da minha vida”.

Para Rute Guilherme dos Santos, a história foi mais significativa. “Eu e meu marido vivemos muito tempo pagando aluguel. Tenho três filhos. Eles cresceram com a gente querendo a nossa casa própria. Fiz a inscrição no programa habitacional e aguardava com muita esperança ser chamada. Então aconteceu. Apesar da comemoração, infelizmente meu marido veio a falecer há alguns meses. Mas tenho certeza que está muito feliz vendo que realizei nosso sonho”.

Como explicou o titular da Sehab, Anderson Mendes, a entrega dos imóveis só foi possível porque foi intensificado o combate a possíveis irregularidades e fraudes na documentação de famílias contempladas com unidades habitacionais dentro do programa municipal. “Desde janeiro a prefeita tem a preocupação de que sejam atendidas realmente quem precisa. Assim determinou que fossem intensificadas as ações de fiscalização. Com isso conseguimos resgatar 70 unidades, que já estão ocupadas por famílias. Outras 49 estão em processo de recuperação e passarão pelos mesmos procedimentos. No total são cerca de R$ 13 milhões em investimentos que foram e/ou serão recuperados, beneficiando quem realmente precisa”.

Como explicou Mendes, entre as irregularidades mais comuns encontradas na análise dos dados estão: informação incorreta com renda acima do teto do programa habitacional municipal, pessoas que já são proprietárias de imóveis, beneficiadas em regularizações fundiárias ou programas habitacionais, além de cadastrados em iniciativas do setor em outras cidades. “A Sehab utilizou a tecnologia como ferramenta de trabalho e intensificou esse cruzamento de dados para possibilitar que mais famílias sejam beneficiadas. Praia Grande está trabalhando para fazer a chamada justiça habitacional. Estas unidades são moradias dignas que serão fundamentais para que essas famílias tenham mais qualidade de vida”, declarou Mendes.

Foto: Divulgação Prefeitura Municipal de Praia Grande