PUBLICIDADE

Regi√£o / Cotidiano

Parceria entre Prefeitura de São Vicente e Exército leva sopa à população de rua

Da Redação

A fria noite de sexta-feira (20) registrava uma temperatura de 17 graus, quando às 20h foi servida a primeira cumbuca de sopa para pessoas em situação de vulnerabilidade social. No total, foram 100 bocas alimentadas, numa parceria que envolveu Prefeitura de São Vicente (por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social РSedes), e o Exército Brasileiro.

Preparada no setor de provisionamento do 2¬ļ Batalh√£o de Infantaria Leve (BIL), a sopa foi acondicionada em quatro termaboxes (caixas t√©rmicas pr√≥prias para o transporte de alimentos) e levada do quartel ao Centro Pop (Avenida Capit√£o-mor Aguiar, 436), equipamento da Sedes que oferece assist√™ncia √† popula√ß√£o jovem e adulta em situa√ß√£o de rua.

A primeira a ser servida foi Dinamara, de 41 anos. ‚ÄúA sopa est√° gostosa e quentinha. Muito bom. A gente se sente mais aquecido‚ÄĚ, disse, ao lado de seu companheiro, Alexandre, de 50. ‚Äú√Č uma oportunidade boa, principalmente no frio. Daqui vamos para o abrigo‚ÄĚ, completou ele.

O secret√°rio de Desenvolvimento Social de S√£o Vicente, Leandro Valen√ßa, destacou que essa iniciativa ajuda na aproxima√ß√£o com a equipe da Sedes. ‚ÄúA parceria com o Ex√©rcito Brasileiro leva o alimento a quem precisa para dentro de um equipamento p√ļblico, o que propicia criar este v√≠nculo junto √†s pessoas em situa√ß√£o de rua, ajudando a realizar um trabalho psicossocial e de reinser√ß√£o social, com resgate da identidade e da cidadania.‚ÄĚ

Representando o 2¬ļ BIL, o tenente Vitor salientou que ‚Äútodo o comando militar do Sudeste est√° fazendo este trabalho em suas √°reas para ajudar a popula√ß√£o em vulnerabilidade e, ao mesmo tempo, desenvolver em nossos militares o esp√≠rito de ajudar aqueles que necessitam, em um ato de empatia‚ÄĚ.

Esta foi apenas uma das diversas a√ß√Ķes que a Sedes e o Fundo Social de Solidariedade (FSS-SV) est√£o desenvolvendo neste per√≠odo de frio fora de √©poca. Entre as iniciativas, foi firmada uma parceria com a Pousada Praia de S√£o Vicente. A Prefeitura disponibilizou cerca de 30 colchonetes, cobertores, roupas e kits de higiene, enquanto o hotel oferece o espa√ßo para dormir, jantar, caf√© da manh√£ e banho. Os acolhidos precisam estar cadastrados no Centro Pop para pernoitar no local.

Cerca de 90 novas vagas foram abertas nos abrigos da Cidade. A Sedes tem oferecido vagas para abrigar pessoas em situa√ß√£o de rua desde ter√ßa-feira (17). Todas as doa√ß√Ķes est√£o sendo recebidas nas duas unidades do Fundo Social de Solidariedade de S√£o Vicente – FSS-SV, das 9h √†s 17h, nos seguintes endere√ßos:

Unidade FSS-SV Insular – R. Benedito Calixto, 205. Telefone: (13) 3467-9118

Unidade FSS-SV √Ārea Continental – Av. Dep. Ulisses Guimar√£es, 181 – Jardim Rio Branco. Telefone (13) 3467-9118

“√Č muito bom saber que em momentos como este n√≥s temos ajuda de v√°rios parceiros da nossa comunidade”, destacou a presidente do FSS-SV, Thayn√£ Carneiro.

Desde a chegada da frente fria, a equipe de abordagem social conta com mais integrantes, buscando ampliar o atendimento às pessoas em situação de rua, ofertando auxilio socioassistencial.

Houve também a ampliação de 25% das vagas existentes nos abrigos, com diminuição das exigências para a permanência nos acolhidos, além da distribuição de agasalhos e cobertas.

O Munic√≠pio conta com uma rede direta de tr√™s acolhimentos institucionais na modalidade de Casa de Estar (prioritariamente fam√≠lias e pessoas em situa√ß√£o de viol√™ncia direta), Casa de Passagem (p√ļblico misto) e Acolhimento Emergencial (p√ļblico misto).

Visita do prefeito

O prefeito Kayo Amado esteve no Centro Pop acompanhando de perto a entrega das refei√ß√Ķes preparadas pelo Ex√©rcito, bem como na Pousada Praia de S√£o Vicente, que abriu as portas para acolher a popula√ß√£o de rua, e destacou a import√Ęncia de parcerias como essas.

“A solidariedade do povo vicentino √© gigante e nestes momentos ela novamente se faz presente. Agrade√ßo a todos que est√£o colaborando e a Prefeitura n√£o est√° medindo esfor√ßos para acolher e atender os mais necessitados.”

Foto: Divulgação PMSV