PUBLICIDADE

Região / Economia

Caixa aprova projeto executivo para segunda fase de reforma da Ponte dos Barreiros

A Caixa Econômica Federal (CEF) aprovou o projeto executivo para a segunda fase de reforma geral da Ponte dos Barreiros. Nos últimos 45 dias, a instituição avaliou toda a documentação, incluindo o projeto executivo, orçamento da obra, manual descritivo e cronograma.

Com a aprovação, o próximo passo será a abertura da licitação pública que definirá a empresa responsável por conduzir as obras necessárias na estrutura. O projeto executivo prevê a recuperação de 266 estacas, vigas e de todo o tabuleiro (pavimento) da ponte.

Na reforma geral da estrutura, serão adicionadas novas armaduras. Isso permitirá que a Ponte dos Barreiros passe a suportar carga de 45 toneladas. Quando foi construída, a capacidade era estimada em 36 toneladas. Porém, com a degradação imposta pelo tempo, ficou limitada a 24 toneladas.

Obras РNa primeira fase, a partir do projeto executivo elaborado na ocasịo, foram recuperadas 52 estacas, uma longarina e tr̻s travessas, na obra que ficou a cargo da empresa Terracom.

A finalização desta fase permitiu a reabertura da ponte, no dia 1º de julho, para motos, carros, camionetes, utilitários, SUVs, e micro-ônibus. Posteriormente, no dia 1º de setembro, também após decisão da Justiça, foi liberado o tráfego para ônibus urbanos e caminhões do Corpo de Bombeiros.

A Ponte dos Barreiros liga a Área Insular à Área Continental, região onde vivem cerca de 150 mil pessoas.O valor total destinado para a obra, incluindo primeira e segunda fases, é de R$ 57.958.934,59, sendo R$ 57.379.345,25 do Governo Federal e R$ 579.589,34 de contrapartida do Município.