PUBLICIDADE

Regi√£o / Esporte

Campeão paralímpico no taekwondo, Nathan Torquato é recebido com festa em Santos

Da Redação

Primeiro medalhista de ouro no parataekwondo na história dos Jogos Paralímpicos, o atleta da Fundação Pró-Esportes de Santos (Fupes), Nathan Torquato, orgulho de Santos e do Brasil, chegou na Cidade nesta segunda-feira (6). Ele teve uma recepção digna de herói olímpico, desfilando junto com seu técnico, Rodney Saraiva, em carro aberto do Corpo de Bombeiros.

“√Č uma sensa√ß√£o √ļnica. Ganhar a medalha de outro l√° e chegar aqui sendo recepcionado t√£o bem pela Cidade de Santos, que me ajudou a estar l√° e a disputar em alto n√≠vel. S√≥ tenho a agradecer a Fupes e a Prefeitura de Santos. De cora√ß√£o, estou muito feliz e orgulhoso de representar a Cidade mundo afora”, comemorou o atleta de 20 anos.

 - REVISTA MAIS SANTOS  - REVISTA MAIS SANTOS

O desfile teve in√≠cio por volta das 10h saindo da Avenida Martins Fontes, na entrada da Cidade, passou pelo T√ļnel Rubens Ferreira Martins, Av. Waldemar Le√£o, Av. Engenheiro Luiz La Scala J√ļnior, Rua Prudente de Moraes, Av. Ana Costa, deu a volta na Pra√ßa Independ√™ncia, retornou pela Av. Bartolomeu de Gusm√£o e entrou na Av. Coronel Joaquim Montenegro (Canal 6) antes de chegar, por volta do meio-dia, na Av. Afonso Pena, 263.
O local é o endereço da Academia Rodney Saraiva, onde o atleta treina diariamente e se preparou para se tornar campeão paralímpico. Durante o percurso, o atleta e o treinador foram ovacionados pela população.

“A conquista dele √© um orgulho para todos n√≥s. Santos tem um hist√≥rico de conquistas em diversas modalidades, tanto nos Jogos Ol√≠mpicos como tamb√©m nas Paralimp√≠adas, fruto da voca√ß√£o esportiva da nossa Cidade e do trabalho bem realizado pela Fupes”, ressalta o prefeito Rog√©rio Santos.

Trajetória

Nathan Torquato venceu a categoria K44 (at√© 61kg), da modalidade estreante em T√≥quio, com uma campanha perfeita. Foram tr√™s vit√≥rias at√© a decis√£o, quando enfrentou o eg√≠pcio Mohamed Elzayat. O advers√°rio n√£o apresentou condi√ß√Ķes ideais de luta e a medalha de Nathan foi confirmada ap√≥s interrup√ß√£o do √°rbitro nos primeiros segundos, ap√≥s os primeiros golpes.

“Usamos a adversidade da pandemia e do adiantamento dos Jogos Ol√≠mpicos a nosso favor. O Nathan chegou muito preparado e conquistou esse ouro para o Brasil. Temos que agradecer a Deus, a toda equipe de treinamento e √† Fupes. Porque a maioria das cidades deixou de auxiliar os seus atletas durante a pandemia, mas, aqui em Santos, o incentivo permaneceu todos os meses”, destacou o t√©cnico Rodney Saraiva.

Fotos: Divulgação/PMS