PUBLICIDADE

Região / Polícia

Policial perde a mão após granada de atordoamento explodir em Guarujá

O caso ocorreu na manh√£ desta segunda-feira (20), enquanto a v√≠tima realizava um treinamento da Pol√≠cia Militar (PM). Ele est√° internado na Casa de Sa√ļde¬†de Guaruj√°.

 

Foto: Divulgação  / Prefeitura de Guarujá

Da redação

O policial militar, de 38 anos, que ficou ferido após uma granada de atordoamento explodir na mão dele, em Guarujá, teve a mão direita amputada. O caso ocorreu na manhã desta segunda-feira (20), enquanto a vítima realizava um treinamento da Polícia Militar (PM).

Segundo a PM, o agente se machucou ao retirar o pino de segurança da granada. O explosivo não era letal e é usado para desorientar temporariamente os sentidos com um clarão de luz e alto barulho.

Em nota, a Prefeitura de Guarujá informou que o homem deu entrada no Pronto Socorro de Vicente de Carvalho por conta própria, com ferimento na mão. Em seguida, ele foi medicado e encaminhado ao Hospital Santo Amaro (HSA), onde passou por cirurgia.

Segundo a assessoria da unidade de sa√ļde, o paciente foi encaminhado √† Casa de Sa√ļde de Guaruj√°, pois tinha conv√™nio l√°.