PUBLICIDADE

Regi√£o / Sa√ļde

Maternidade Municipal de Peruíbe reabre após seis anos inativa

Da Redação

A Maternidade Municipal de Peru√≠be est√° novamente de portas abertas. A unidade, √ļnica que faz esse atendimento na cidade, estava inativa desde 2014, quando foi fechada pela Vigil√Ęncia Sanit√°ria do Estado. Reformado, o equipamento ter√°, de acordo com a Prefeitura, capacidade para realizar aproximadamente 1.300 partos por ano.

Antes, o im√≥vel abrigava n√£o s√≥ a maternidade como tamb√©m o hospital municipal, que est√° sendo constru√≠do em outro local. O espa√ßo tem cerca de 1.800 m¬≤ quadrados e contar√° com 120 profissionais. Parte do custeio anual do servi√ßo tamb√©m ser√° realizado pelo Governo Federal. Por causa da pandemia de Covid-19, a unidade abrir√° as portas com todas as orienta√ß√Ķes feitas pela Vigil√Ęncia Sanit√°ria.

 - REVISTA MAIS SANTOSSegundo a Prefeitura, o pr√©dio cumpre com todos os apontamentos feitos pela Vigil√Ęncia para suprir as demandas de acessibilidade e contar√° com 19 salas: consult√≥rio m√©dico, classifica√ß√£o de risco, duas salas de pr√©-parto, parto e p√≥s-parto (PPP), sala de exames de imagem (uso e cardiotocografia), Unidade de Cuidados Intermedi√°rios (UCI), sala de medica√ß√£o, sala de coleta de exames, sete quartos de alojamento conjunto somando 15 leitos, duas salas cir√ļrgicas, uma sala de Repouso P√≥s-Anest√©sico (RPA) e Central de Material e Esteriliza√ß√£o (CME).

O projeto foi feito pela Secretaria Municipal de Planejamento em conjunto com a Secretaria Municipal de Sa√ļde e a unidade ser√° mantida sob gest√£o compartilhada, inclusive com cess√£o de recursos humanos, entre a Secretaria de Sa√ļde e o Centro de Estudos e Pesquisas Dr. Jo√£o Amorim (CEJAM), organiza√ß√£o social vencedora do certame realizado para administrar o equipamento.

Fotos: Divulgação/Prefeitura de Peruíbe