PUBLICIDADE

Região / Trânsito

Departamento Hidroviário vistoria obra na travessia Santos/Guarujá e anuncia reforma completa de embarcação

Da Redação

O diretor-geral do Departamento Hidroviário, José Reis, anunciou nesta quarta-feira (6) a reforma completa da embarcação FB-24, uma das maiores do sistema, com previsão de entrega ainda este ano. O comunicado foi feito durante vistoria técnica às obras de recuperação na plataforma da Travessia Santos/Guarujá.

Com capacidade para transportar 62 carros e 248 pedestres, a recuperação da FB-24 será um importante reforço para a Operação Verão + Seguro 2021/22. Além da reforma da balsa, também estão em andamento as obras de recuperação do atracadouro do lado Guarujá, atingido por navio em junho – a previsão de término é dezembro.

A reforma da embarcação e a obra no atracadouro estão sendo feitas sem recursos públicos e foram contratadas pela empresa responsável pelo navio, que no dia 20 de junho, danificou a plataforma de embarque de ciclistas e pedestres, na Travessia.

“Esses dois trabalhos iniciados são fundamentais para que a gente consiga, dentro do menor tempo possível, reestabelecer todo o sistema Santos/Guarujá, dentro dos bons resultados apresentados nesta gestão”, reforça José Reis.

Enquanto isso, mesmo com as limitações impostas pelo acidente, o Departamento Hidroviário tem agido para manter a operação do sistema, com segurança, e reduzir os impactos aos usuários. Para os ciclistas e pedestres, o DH mantém, nos horários de pico, duas embarcações exclusivas.

Do lado Guarujá, com os danos provocados no atracadouro, os ciclistas e pedestres precisam embarcar pela gaveta do Centro de Controle (CCO). Os usuários estão sendo orientados através dos Painéis de Mensagens Variáveis (PMV) sobre restrições e tempo de espera nas travessias.

Travessias litorâneas

O DH, órgão vinculado à Secretaria de Logística e Transportes, tem realizado investimentos importantes no sistema, o que já permitiu uma melhora significativa e um atendimento mais ágil aos usuários. Além disso, há três anos o valor da tarifa não é reajustado.

Desde 2019, onze embarcações reformadas foram entregues, a manutenção passou a ser 24 horas e os usuários ganharam novos canais de informação em tempo real. Com esses investimentos, as travessias litorâneas contaram, nas duas últimas temporadas de Verão, com a maior quantidade de embarcações dos últimos cinco anos e redução significativa na média do tempo de espera.

Concessão

Em paralelo aos investimentos, o Governo de São Paulo trabalha na concessão das oito travessias litorâneas. A previsão é de investimentos de R$ 240 milhões. O foco é a melhoria do serviço aos usuários, por meio de investimentos em reabilitação e melhorias na capacidade das embarcações pelo parceiro privado. O prazo da concessão será de 30 anos.

TRAVESSIAS LITORÂNEAS:

– Santos/Guarujá
–  Bertioga/Guarujá
–  São Sebastião/Ilhabela
РIguape/Jur̩ia
–  Cananéia/Ilha Comprida
–  Cananéia/Continente
– Santos/Vicente de Carvalho
РCanan̩ia/Ariri.

Foto: Divulgação Departamento Hidroviário