PUBLICIDADE

Região / Trânsito

Mais de 66 mil veículos desceram para o Litoral até o início da noite desta sexta; travessia de balsas tem espera de 2 horas

Da Redação

Atualizado às 18h40

Mais de 66 mil carros já haviam descido a Serra rumo ao Litoral até o início da noite desta sexta-feira (3), de olho no feriado de 7 de Setembro – e que em Santos, por exemplo, se estende para o dia seguinte, em razão das comemorações de Nossa Senhora do Monte Serrat, padroeira da Cidade.

O Sistema Anchieta-Imigrantes está em Operação Descida 7X3. Para a descida, o motorista pode utilizar a pista sul e norte da via Anchieta e pista sul da rodovia dos Imigrantes. Já a subida da serra é realizada somente pela pista norte da Imigrantes.

A expectativa do fluxo de turistas em Santos é positiva para o feriadão da Independência. Estimativa da Seção de Pesquisa Turística, da Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo (Seectur) aponta que são esperados na Cidade até 369 mil visitantes.

O número é calculado com base nos veículos esperados no Sistema Anchieta Imigrantes (conforme a concessionária Ecovias, devem descer a serra para o feriado entre 265 mil e 410 mil veículos).

De acordo com a secretária de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo de Santos, Selley Storino, a expectativa é positiva para o feriado em Santos, sobretudo com a aceleração na vacinação e a baixa ocupação das UTIs covid-19. “A Prefeitura está trabalhando em parceria com atrações turísticas, comércios, hotéis etc. para que nossos turistas sejam bem recebidos e aproveitem estes dias com respeito a todos os protocolos de prevenção ao novo coronavírus”.

A travessia de balsas entre Santos e Guarujá também registrava longa espera no início da noite desta sexta. Enquanto do lado de Guarujá chegava a 55 minutos, no de Santos alcançava duas horas.

Rede hoteleira

Entre os hotéis de Santos, as reservas já realizadas até essa quinta-feira (2) indicam que ultrapassará 76% a taxa média de ocupação durante o pico do feriado (sábado e domingo).

Para os quatro dias de feriado, a média de ocupação deve circular em torno de 51%. O levantamento é realizado com 14 hotéis da Cidade (um total de 1.809 apartamentos).

“Sabemos que muitas vezes as pessoas deixam as reservas para última hora, aguardando a confirmação de tempo bom ou outros fatores pessoais, mas podemos dizer que esse feriado já é o início da recuperação prevista para setembro, culminando em uma grande temporada”, destaca Heitor Gonzalez, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista e Vale do Ribeira.

Ainda de acordo com Gonzalez, as viagens de curta distância devem ser a principal opção dos turistas este ano e a Baixada Santista será um dos principais destinos. “A tendência é que as pessoas apostem em viagens de carro, com no máximo três horas até o destino, evitando longas distâncias, aeroportos e voos, por exemplo. Nossa expectativa é de que a movimentação venha numa crescente até dezembro e janeiro, inclusive alguns estabelecimentos já estão procurando novos colaboradores para a temporada”, acrescenta.

Foto: Reprodução site Ecovias