PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Com projetos inovadores, Santos iniciará obras em 61 vias neste ano

Da Redação

Um investimento de mais de R$ 70 milhões beneficiará 61 vias localizadas em dez bairros das zonas Noroeste, Leste e do Centro Histórico de Santos. As melhorias, que têm início previsto para este semestre, abrangem pavimentação, drenagem e novos passeios, que garantirão mais segurança para quem circula a pé, de bicicleta, ou de carro.

As intervenções fazem parte do Programa Santos Mais Bonita. A pavimentação envolve serviços preliminares de drenagem, como demolição e reconstrução de guias e sarjetas, novas bocas de lobo e substituição de poços de visita (que dão acesso para manutenção das redes subterrâneas pluviais da Prefeitura).

Os projetos incluem ainda itens de acessibilidade como execução de rampas nas esquinas, instalação de piso podotátil e novos passeios em concreto desempenado no padrão Calçada para Todos, com paisagismo e lixeiras em concreto.

PROJETO PIONEIRO NA ZONA NOROESTE

No quesito pioneirismo, o destaque fica para o bairro Areia Branca, na Zona Noroeste, que será o primeiro da Cidade a receber o projeto de ruas verdes. As ruas Casemiro Giangiulio e Francisco Lourenço Gomes, além da Praça Nicanor Ortiz, se transformarão em vias compartilhadas, ou seja, niveladas para o trânsito conjunto de pedestres, ciclistas e motoristas, orientados por sinalização de solo e de placas.

MUDANÇAS IMPACTANTES

Mas as mudanças mais impactantes no conjunto das 61 vias serão implantadas na Av. Álvaro Guimarães (Rádio Clube), na Av. Azevedo Sodré (Boqueirão) e na Rua Bassin Nagib Trabulsi (Ponta da Praia). Elas serão totalmente revitalizadas, ganhando um novo visual, mais moderno. O objetivo é o desenvolvimento do comércio regional, através da melhoria na infraestrutura viária e urbanística, além de outras ações de reestruturação.

Para definir as empresas que farão as obras, com prazos de execução que variam de quatro a 18 meses, foram lançados dez editais de licitação neste mês de julho (do dia 12 ao dia 26). A supervisão dos serviços ficará a cargo da Secretaria de Infraestrutura e Edificações (Siedi).

CONVÊNIOS

Os recursos para as intervenções, exatos R$ 70.548.030,52, são dos cofres do Município e de convênio com o Estado. Em praticamente todas as obras os convênios com o Estado foram firmados por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR). Apenas a pavimentação de trecho da Av. Washington Luís (canal 3) vai utilizar saldo remanescente de verba de convênio Dadetur 2019.

OUTRAS OBRAS PROGRAMADAS

Paralelamente aos serviços em licitação, foram elaborados três outros projetos para atender importantes áreas da Cidade. A requalificação urbana da Rua Joaquim Távora é uma delas. A obra, que deverá ser executada com verba federal, está na fase de captação de recursos.

Aguardando a assinatura de convênios estaduais, por meio da SDR, encontra-se a recuperação, reforço estrutural e reurbanização do entorno do Viaduto Aristides Bastos Machado; e também a pavimentação, drenagem e passeios da Avenida Pinheiro Machado – canal 1 – (1ª fase).

Foto: Divulgação PMS