PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Santista pode destinar parte do IR para beneficiar crianças e adolescentes

Da Redação

Começou no último dia 1º de março o prazo para declaração de imposto de renda. Essa é uma obrigação de todo o brasileiro que obteve rendimentos tributáveis iguais ou maiores que R$ 28.559,60 em 2020. Porém, parte deste imposto pode fazer a diferença na vida de crianças e jovens de Santos.

Através do programa “Destinação Criança”, uma parcela do valor a ser pago no Imposto de Renda, que geralmente tem como destino o Tesouro Nacional, vai para um fundo que contempla projetos sociais da Cidade. Em 2020, foram contemplados seis projetos, com investimento de aproximadamente R$ 1,5 milhão, e milhares de pessoas impactadas. É possível contribuir com até 6% do Imposto de Renda no caso de pessoa física e até 1% do lucro real, no caso de pessoa jurídica. O valor é restituído na declaração dos informes.

“Pedimos a toda a sociedade que utilize para incentivar os projetos regionais, precisamos recuperar os jovens e adolescentes que estão em situação de evasão escolar ou com outras dificuldades. Destaco, também, que no período inicial da pandemia, pudemos auxiliar muitas pessoas que estavam passando por necessidades. O recurso é usado com todo o rigor e critério, todo o recurso utilizado é transparente, além de ser fiscalizado pelo Ministério Público”, ressaltou Edmir Nascimento, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Para contribuir, basta preencher e enviar o formulário na internet (https://www.santos.sp.gov.br/?q=servico/destinacao-crianca). O Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente vai emitir o boleto bancário e enviar, via e-mail, para pagamento.

Foto: Marcelo Martins/PMS