PUBLICIDADE

Santos / Meio Ambiente

Expedição da Família Schurmann passará por Santos em setembro

Da Redação

Santos estar√° na rota da expedi√ß√£o ‘Voz dos Oceanos’, da fam√≠lia brasileira Schurmann, iniciativa que deve durar dois anos e vai testemunhar e registrar a situa√ß√£o do res√≠duo pl√°stico nos oceanos, buscar solu√ß√Ķes inovadoras para a polui√ß√£o marinha e conscientizar governos e pessoas para a necessidade de medidas urgentes.

Os visitantes hegar√£o em setembro, quando captar√£o conte√ļdo audiovisual para auxiliar na conscientiza√ß√£o e mobiliza√ß√£o da sociedade para a causa oce√Ęnica. Tamb√©m realizar√£o atividades em terra e mar, a serem confirmadas nos pr√≥ximos meses, conforme o controle e as medidas de seguran√ßa relacionadas √† pandemia.

 

A escolha da Cidade se deu por ser uma das mais importantes do litoral brasileiro, a maior da regi√£o e refer√™ncia portu√°ria para o pa√≠s, explica David Schurmann, um dos l√≠deres da iniciativa. “Sua relev√Ęncia regional, bem como para diversas atividades relacionadas ao mar, faz do Munic√≠pio um ponto importante para ecoarmos a Voz dos Oceanos, ampliando a conscientiza√ß√£o e o engajamento em prol dos nossos mares”, disse.

Com apoio global do Programa das Na√ß√Ķes Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), o projeto, que envolver√° ainda a√ß√Ķes de empreendedorismo e educa√ß√£o, come√ßar√° em Santa Catarina, de onde a fam√≠lia parte em 15 de agosto e tem como destino a Nova Zel√Ęndia. Eles v√£o parar em algumas cidades brasileiras para eventos.

“Para a Cidade √© importante ter sido escolhida, porque demonstra o reconhecimento das iniciativas aqui desenvolvidas, al√©m de permitir refor√ßar uma s√©rie de a√ß√Ķes de educa√ß√£o ambiental”, ressalta o secret√°rio de Meio Ambiente, M√°rcio Gon√ßalves Paulo.

Locais estratégicos

A expectativa √© de que a expedi√ß√£o alcance at√© 40 locais estrat√©gicos no planeta, incluindo a costa brasileira, Fernando de Noronha, Estados Unidos (Nova Iorque), Caribe e outros pontos da Am√©rica Central, ilhas do Pac√≠fico e Nova Zel√Ęndia. A bordo do veleiro sustent√°vel Kat, a fam√≠lia Schurmann tamb√©m navegar√° para √°reas conhecidas como “girosc√≥pios”, onde as correntes marinhas convergem e agrupam uma cole√ß√£o de detritos pl√°sticos provenientes de todo o mundo.

“√Č preciso entender que n√£o existe ‘jogar fora’, tirando o problema de vista, pois tudo converge para um mesmo lugar: o nosso planeta. Essa situa√ß√£o vai al√©m da tartaruga e do golfinho. √Č a vida humana que est√° em jogo. Quem vive no litoral, principalmente em uma cidade do porte de Santos, percebe com mais clareza os efeitos nocivos do descarte incorreto de res√≠duos”, acrescentou David, que integra a fam√≠lia ao lado dos irm√£os Pierre e Wilhelm, e os pais Helo√≠sa e Vilfredo Schurmann.

Conscientização

Esta √© a primeira etapa do projeto, que deve durar 24 meses de expedi√ß√£o focada no problema do descarte de pl√°stico nos oceanos, visando mobilizar governos, setor privado e popula√ß√£o para limpar os oceanos. A expedi√ß√£o ser√° tamb√©m uma plataforma para que cientistas, pesquisadores e ONGs possam embarcar com a fam√≠lia Schurmann e, assim, realizar pesquisas “in loco” nos mares e ilhas do mundo. Busca, ainda, conscientizar as pessoas para mudarem seus h√°bitos de consumo, principalmente em rela√ß√£o ao uso de pl√°sticos descart√°veis.

Celebração

A fam√≠lia Schurmann celebra 37 anos da primeira expedi√ß√£o em um veleiro, que durou 10 anos (1984 ‚Äď 1994) e deu uma volta ao mundo completa, iniciando no Brasil, percorrendo os mares das Am√©ricas, Oceania, √Āsia e √Āfrica at√© retornar ao pa√≠s. O objetivo inicial foi a realiza√ß√£o de um sonho particular de dar a volta ao mundo a bordo de um veleiro.

Fotos: Divulgação