PUBLICIDADE

Santos / Meio Ambiente

Mais de 160 quilos de resíduos são retirados do mar e da areia em Santos

Da Redação

Uma ação coletiva de limpeza unindo o meio ambiente ao esporte retirou 167,5 quilos de resíduos do mar e da areia das praias de Santos, neste sábado (5), Dia Mundial do Meio Ambiente.

O evento organizado pelo Instituto Santos Lixo Zero teve participação voluntária de cerca de 80 praticantes de esportes náuticos e aquáticos em toda a extensão da orla. A ação integrou a programação da Semana do Meio Ambiente, realizada pela Secretaria de Meio Ambiente (Semam).

Na rampa ao lado do Deck do Pescador, na Ponta da Praia, lat√Ķes foram disponibilizados para dep√≥sito do material recolhido. Foram encontrados objetos e materiais como latinhas, garrafas pet e de vidro, pl√°stico, isopor, capacetes, t√™nis, entre outros. O montante ser√° encaminhado para reciclagem.

“Esta a√ß√£o de limpeza do mar √© uma forma da homenagearmos a natureza, que nos prov√™ de todos os recursos, como a √°gua, o alimento e o ar que respiramos, unindo o meio ambiente ao esporte, que √© sa√ļde e ajuda a trazer consci√™ncia ambiental.¬†Estamos retribuindo um pouco do amor e da grandiosidade do nosso meio ambiente‚ÄĚ, afirmou o presidente do Instituto Santos Lixo Zero, Andr√© Tom√©, ressaltando que ‚Äúo ato simb√≥lico serve para que todos sintam a necessidade de resolverem problemas ambientais, que √© de todos‚ÄĚ.

Bem comum

Entre os grupos de canoagem e surfistas participantes, a educadora física Thais Romiti, proprietária da Escola Ohana Vaa Club, na Ponta da Praia. “Para nós, esta é uma ação diária, pois todos os dias têm lixo na água e passamos recolhendo.

Estamos todo dia no mar, ent√£o temos que tratar bem o lugar onde a gente est√°. O lixo vem de diversas formas at√© o mar, das encostas, de enchentes e a popula√ß√£o tem que estar mais consciente que esse lixo n√£o √© biodegrad√°vel. Ele ficar√° no mar e chegar√° nas praias. Essa limpeza √© um bem comum para todos‚ÄĚ.

Junto com sua equipe de alunos, o professor da escola de canoa havaiana Hoe Mana, Cau√™ Serra, tamb√©m foi um dos que recolheu o lixo flutuante no mar santista e em praias pr√≥ximas, como do G√≥es, Cheira Lim√£o e Sangava, no Guaruj√°. ‚ÄúUma das prioridades dos clubes de canoa √© servir a comunidade. Essa √© uma das belezas da canoa havaiana, pois vamos al√©m do esporte. Trabalhamos a educa√ß√£o ambiental, porque nossa pr√°tica depende de um ambiente limpo e estamos totalmente conectados ao ambiente marinho‚ÄĚ. A a√ß√£o teve apoio do Z√© do Coco.

Lixo zero

O Instituto Santos Lixo Zero foi criado em 2017, com o objetivo despertar a consciência ambiental e a mudança de atitude na Baixada Santista.

O Dia Mundial do Meio Ambiente foi criado pela Organiza√ß√£o das Na√ß√Ķes Unidas (ONU) em 1972, em Estocolmo (Su√©cia). Em quase 50 anos, muitas a√ß√Ķes v√™m sendo praticadas, tomando como base as decis√Ķes preconizadas, com vistas a defender, fiscalizar e respeitar os ecossistemas em todo o mundo.

Crédito da foto: Isabela Carrari/Divulgação Prefeitura Municipal de Santos