PUBLICIDADE

Santos / Polícia

Guarda Municipal de Santos capacita nova turma para uso de arma de fogo

Da Redação

Trinta e quatro agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) de Santos iniciaram a fase prática do treinamento para porte de arma de fogo. Ao final da capacitação, eles se juntarão aos outros 77 oficiais, da primeira turma, que já estão habilitados a andar com o equipamento nas ruas da Cidade.

O curso de formação tem várias etapas, que somam 160 horas de duração. Na fase atual, os agentes aprendem técnicas para carregar e manusear a arma, uma pistola calibre 380. Os exercícios são repetidos diversas vezes até se tornarem automáticos.

“Para chegar aqui, eles voltaram ao banco escolar, encararam aulas te√≥ricas e precisaram passar por uma prova. Nesta etapa eles conheceram um pouco sobre legisla√ß√£o, bal√≠stica e fundamentos do tiro. Al√©m disso, somente pode ingressar no curso quem tiver laudo de capacidade psicol√≥gica”, explica o supervisor da GCM, Luiz Gabriel Santos Justino.

Os agentes ainda passar√£o por uma avalia√ß√£o da etapa pr√°tica para, depois, seguirem para o estande de tiros, informa Justino. “√Č muni√ß√£o real. Por isso que h√° essas duas provas anteriores. S√£o tr√™s dias de treinamento, informando, explicando e verificando como est√£o os disparos dos alunos”, diz Justino.

A partir daí, há uma nova avaliação e, com a aprovação do aluno, a documentação do agente é enviada para a Polícia Federal para que seja autorizado o porte de arma.

Na sequência, uma nova turma, com mais 32 guardas, também passará pela mesma preparação, que é obrigatória para ter o porte de arma.

Para o secret√°rio de Seguran√ßa P√ļblica de Santos, S√©rgio Del Bel, a medida traz benef√≠cios para os moradores e para os profissionais. “Quem tem a ganhar com isso s√£o os guardas municipais em termos de seguran√ßa pessoal aliado √† irradia√ß√£o de seguran√ßa tamb√©m para a popula√ß√£o”.

Foto: Carlos Nogueira/Divulgação PMS