PUBLICIDADE

Santos / Polícia

Maníaco da Peruca é condenado a 60 anos de prisão; julgamento durou três dias

Da Redação

O dentista Flávio do Nascimento Graça, o Maníaco da Peruca, foi condenado a 60 anos de prisão na noite desta quinta-feira (12). Ele era acusado pela morte de três pessoas e por tentativa de homicídio de outras duas, que sobreviveram aos ataques.

O julgamento, realizado no Fórum de Santos, durou três dias. A audiência começou na manhã de terça-feira (10) e terminou por volta de 22 horas desta quinta-feira (12). Eugênio Malavasi, advogado de Flávio, já recorreu para tentar anular o julgamento. Por sua vez, Eduardo Ponzetto, defensor das vítimas, fará o mesmo, mas para aumentar a pena.

Desta forma, Flávio do Nascimento Graça segue preso no Complexo de Tremembé, de onde foi trazido para o julgamento Рe permaneceu calado, conforme direito que a Justiça lhe assistia. Ele ficou na Penitenciária de São Vicente nos intervalos entre as audiências.

O j√ļri popular seria realizado em 5 de abril, por√©m foi adiado. O motivo √© que uma testemunha de defesa n√£o havia sido intimada. Tratava-se de um perito do Estado que forneceu laudo psiqui√°trico do acusado.

O dentista é acusado de matar a tiros três pessoas, sendo uma em dezembro de 2014 e duas em julho de 2015, todas ligadas a uma clínica odontológica de Santos: Agilson Correa de Carvalho, Aldacy Correa de Carvalho e Arnaldo Correa de Carvalho.

Além disso, o sobrinho de Arnaldo chegou a ser baleado, mas de raspão, e uma funcionária da clínica foi atingida por cinco disparos, em setembro de 2015, mas sobreviveu.

Foto: Arquivo