PUBLICIDADE

Santos / Polícia

Pai e filho s√£o presos por tr√°fico de drogas no Morro S√£o Bento, em Santos

Da Redação

Policiais da 2¬™ Delegacia de Investiga√ß√Ķes sobre Entorpecentes da DEIC do Deinter6 efetuaram a pris√£o de um homem de 49 anos no Caminho Presidente Vargas, no Morro S√£o Bento em Santos. Os agentes se dirigiam a resid√™ncia do indiv√≠duo para cumprimento de mandado de busca domiciliar, pois apuraram que o im√≥vel √© um ponto de venda de drogas naquele bairro.

O local é composto por um conjunto de casas onde moram os familiares do investigado. Iniciadas as buscas, no imóvel da mãe do indivíduo, foi encontrado um liquidificador com resquícios de cocaína e diversas embalagens utilizadas para a individualização de drogas para a venda.

Questionado, o homem apontou o local onde escondia as drogas. Parte delas estava embaixo de uma escada do lado de fora da casa, mas dentro do terreno. O restante da droga foi encontrada atrás da casa, em uma área de vegetação.

Foram apreendidas 104 por√ß√Ķes de coca√≠na (92 gramas), 4 tijolos de maconha e 5 por√ß√Ķes da mesma droga (1.457 gramas), 6 ampolas de vidro contendo l√≠quido transparente, uma balan√ßa, duas m√°quinas de cart√Ķes, um r√°dio transmissor e v√°rios eppendorf’s e saquinhos pl√°sticos vazios.

Na Delegacia de Polícia, o homem confessou que toda a droga apreendida e os demais objetos eram de sua propriedade, porém não quis declarar onde adquiriu nem o local onde esta seria distribuída. Ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas. Os policiais ainda realizaram algumas pesquisas criminais junto aos moradores dos imóveis e apuraram que o filho do indivíduo preso, (22 anos), estava na condição de procurado da justiça também pela prática de tráfico de drogas, resultando em sua captura.

Cigarros

Na manhã de hoje (21), policiais da Delegacia de Polícia Sede de São Vicente prenderam um comerciante (39 anos) na rua João Ramalho, no centro da cidade. A equipe se dirigiu a uma banca, pois apurou-se que no local havia a comercialização de cigarros de origem estrangeira.

 - REVISTA MAIS SANTOS

Chegando ao comércio, constatou-se a existência de farta quantidade (210 maços) de cigarros de origem paraguaia e também de cigarros fabricados na Indonésia, todos expostos para venda. Os cigarros foram apreendidos e o comerciante conduzido até o plantão policial onde foi autuado em flagrante pelo crime de contrabando.

Fotos: Divulgação/Polícia Civil