PUBLICIDADE

Santos / Polícia

Polícia apreende mais de 9 kg de drogas e investiga irmãos em organização criminosa

Da Redação

Policiais da 1¬™ Delegacia de Investiga√ß√Ķes Gerais da DEIC de Santos em conjunto com o Grupo de Opera√ß√Ķes Especiais (GOE), apreenderam, nesta ter√ßa-feira (29) uma grande quantidade de drogas e apreenderam um adolescente na Vila Siri, em Cubat√£o.

A equipe vem investigando três irmãos que integram uma organização criminosa responsável pelo armazenamento e distribuição de drogas em pontos de tráfico de drogas na comunidade Ilha Bela, na Vila Esperança, em Cubatão.

Apurou-se que os indiv√≠duos utilizavam um sal√£o de beleza como cobertura para as a√ß√Ķes delitivas. O estabelecimento √© de propriedade de um deles, que foi identificado mas n√£o foi encontrado no local.

Munidos de mandado de busca e apreensão, os policiais se dirigiram a residência dos irmãos investigados. Dois indivíduos empreenderam fuga com a chegada dos agentes. Um deles, o adolescente de 17 anos, acabou detido ainda na casa ao lado.

Em buscas pelo im√≥vel, em um dos quartos foram encontrados diversos cadernos e papeis contendo anota√ß√Ķes referentes √† contabilidade de pontos de tr√°fico de drogas.

Na cozinha, dentro de uma mochila de transporte de alimentos por motociclistas, foram encontradas grande quantidade de maconha (8.410 gramas), divididas em tabletes e por√ß√Ķes, 317 c√°psulas de coca√≠na (690 gramas) e 415 pedras de crack (90 gramas).

Um apetrecho denominado ‚Äúkit roni‚ÄĚ – equipamento, contendo lanterna e luneta acoplados, destinado para armas de fogo aumentando sua precis√£o e cad√™ncia, transformando uma pistola em uma submetralhadora – tamb√©m foi encontrado, al√©m de dois carregadores contendo muni√ß√Ķes, um de calibre 9mm e outro de calibre 40.

A arma de fogo, possivelmente levada pelo indivíduo (19 anos) que empreendeu fuga, não foi encontrada.
O adolescente apreendido responderá por ato infracional análogo aos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse irregular de arma de fogo de uso permitido e organização criminosa.
Diligências prosseguem para a localização e prisão dos outros dois irmãos.

Foto: Divulgação/Polícia Civil